"Pearl" será a segunda produção a resultar da parceria entre a Archewell Productions, produtora audiovisual do príncipe Harry e de Maghan Markle, e a Netflix. David Furnish, amigo próximo do casal, juntamente com a duquesa de 39 anos, também vai assumir a produção desta série – que procura, acima de tudo, focar o tema da emancipação de jovens mulheres.

"Como muitas meninas da idade dela, a nossa heroína Pearl está numa jornada de descoberta pessoal, enquanto, em simultâneo, tenta ultrapassar desafios diários", partilha Meghan em comunicado.

Já há título para a nova série de Harry e Meghan Markle na Netflix — e os duques voltam ao ecrã
Já há título para a nova série de Harry e Meghan Markle na Netflix — e os duques voltam ao ecrã
Ver artigo

Pensada para crianças e jovens, a ideia passa por dar a conhecer personagens femininas que, de uma maneira ou de outra, foram relevantes no Mundo. De acordo com Meghan e toda a equipa da Archewell Productions, "Pearl" resulta do equilíbrio perfeito entre a fantasia e a História, avança "Vanity Fair".

Harry e Meghan Markle afastaram-se oficialmente da família real britânica a 1 de abril de 2020. Pouco tempo depois, o casal anunciou a criação de uma empresa de produção, Archewell Productions, e assinou um contrato com a Netflix – que, de acordo com o "Daily Mail" , ronda os 84,5 milhões de euros.

A plataforma de streaming, que já soma 193 milhões de subscrições internacionais, apostou na produtora audiovisual do casal para a criação de documentários, filmes, séries e até conteúdos infantis – como é o caso de "Pearl".

Atualmente, Meghan e Harry moram na Califórnia e dirigem a Archewell Foundation – que é, em simultâneo, uma organização de solidariedade e uma produtora audiovisual, que já conta com contratos assinados tanto com a Netflix como com a Spotify. O casal, que deu o nó em maio de 2018, tem dois filhos: Archie, de dois anos e Lilibet Diana, nascida no passado dia 4 de junho.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.