A revista norte-americana "People" anunciou esta quarta-feira, 2 de dezembro, as quatro figuras mais influentes do ano 2020. O segmento, "Person of The Year" – em português, "Pessoa do ano" – teve início em 1927, uma tradição que tem como principal objetivo destacar a celebridade escolhida pelo impacto que teve durante o ano. No entanto, desde 2017, a revista tem optado por escolher várias figuras públicas, mudando assim o nome do segmento para "People Of The Year" – em português, "Personalidades do Ano".

Este ano, a publicação elegeu Selena Gomez, George Clooney, Regina King e Anthony Fauci como pessoas do ano de 2020. Os atores e o imunologista foram distinguidos não só pelo seu talento, como também pela sua generosidade, num ano tão atribulado e desafiador. Todos estiveram envolvidos em causas sociais: luta pela covid-19, pela saúde, pelo fim da violência policial e do racismo.

Selena Gomez

people of the year
Selena Gomes

A cantora de 28 anos  lançou este ano o álbum "Rare" e tornou-se apresentadora de um programa de culinária. Selena é uma das pessoas que tem mais seguidores no Instagram. Neste momento soma mais de 195 milhões de seguidores, e por isso mesmo, em junho, cedeu as suas plataformas para dar voz ao movimento anti racista, depois da morte de George Floyd às mãos da polícia. Ainda em 2020, lançou a "Rare Beauty",  uma marca de maquilhagem que tem como principal objetivo angariar 100 milhões de dólares para apoiar cuidados de saúde mental.

"A sua honestidade ao falar sobre a sua luta pela saúde mental e o compromisso de ajudar os outros foram inspiradores num ano em que todos nos sentimos mais ansiosos e sozinhos", Escreveu Dan Wakeford, editor-chefe da Revista "People".

George Clooney

people of the year
George Clooney

Além de receber um Óscar pela sua prestação em "The Midnight Sky", o ator, produtor, realizador de cinema e televisão norte-americano de 59 anos continuou a lutar pelos direitos humanos e civis com a sua organização "Clooney Foudation for Justice". Clooney doou cerca de 500 mil euros para a "Equal Justice Initiative" após a morte de George Floyd, cerca de 850 mil euros para quem está na linha da frente a lutar pela COVID-19 em Itália, Londres e Los Angeles, e fez ainda doações a instituições de solidariedade libanesas depois da explosão em Beirute, em agosto.

Regina King

people of the year
Regina King

Regina King, atriz e cantora norte-americana de 49 anos ganhou um Óscar pelo desempenho no filme "If Beale Street Could Talk", em 2019 e um Emmy de melhor performance individual na série "Watchmen", em 2020.  A atriz tem sido ativista no apelo ao apoio às comunidades mais afetadas pela pandemia , ao fim da violência policial, e usa as suas plataformas para chamar a atenção para as discriminação e desigualdade, após o assassinato de Breonna Taylor.

Anthony Fauci

people of the year
Anthony Fauci

Anthony Fauci, imunologista de 79 anos, é um dos médicos que está na linha da frente na luta contra a pandemia da COVID-19. "Apesar de ele e a sua família estarem a receber ameaças de morte, econtinuou a estar na frente, tranquilizando-nos com o seu dedicado serviço público, bom senso inabalável e liderança que salva vidas." Escreveu Dan Wakeford.

Recorde-se que no ano passado, e pela primeira vez, foram apresentadas quatro capas diferentes numa só edição, apenas protagonizada por mulheres. "Estrelas que causaram impacto na nossa cultura", explicou o editor-chefe da revista. As eleitas foram a ex-primeira dama dos Estados Unidos Michelle Obama, a atriz Jennifer Aniston, a cantora e atriz Jennifer Lopez e a cantora Taylor Swift.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.