A certidão de óbito da rainha Isabel II foi tornada pública. A monarca de 96 anos morreu às 15h10 do dia 8 de setembro no castelo de Balmoral, na Escócia. O documento, revelado pelo Nacional Records of Scotland, foi assinado pelo médico Douglas Glass.

A causa de morte descrita na certidão  é "idade avançada" e a pessoa que informou a morte da monarca foi a filha, a princesa Ana.

Este documento vem desfazer dúvidas sobre qual dos familiares esteve ao lado da rainha nos seus últimos momentos de vida. Apenas a princesa Ana e o atual rei Carlos III estavam ao lado da mãe.

Veja o documento

Certidão de óbito da rainha Isabel II
Certidão de óbito da rainha Isabel II créditos: DR

Os restantes filhos da monarca (os príncipes André e Eduardo), bem como o príncipe Wlliam e Sophie, condessa de Wessex, estavam num avião quando a monarca morreu. Harry foi o último a chegar a Balmoral, às 19h52, cinco horas depois da morte da avó. O público foi informado mais de três horas depois da morte de Isabel II.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.