Primeiro, as aulas de código. Depois, a condução para seguir por caminhos seguros dos vinhos que variam consoante a casta, o processo de vinificação e o sabor devido ao modo de servir. Um copo bojudo, por exemplo, faz com que um vinho tinto tenha mais espaço para que os aromas sejam devidamente apreciados, algo que não sente se beber no copo errado. Esta e outras técnicas serão ensinadas no curso de iniciação à prova de vinhos, promovido pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), com lugar no Alentejo.

Para escolher um bom vinho, é preciso primeiro apreciá-lo. Por isso, aproveite a oportunidade para reunir todos os conhecimentos básicos necessários e fazer um brilharete nos próximos jantares de amigos.

Precisará de todos os sentidos bem apurados, tal como na condução, para estar alerta para todos os imprevistos. O máximo que pode acontecer neste curso é deixar escapar a lágrima de um vinho que escorre depressa demais, sinal de que estará perante um vinho com menor teor alcoólico.

São Luiz. Os novos vinhos do Douro perfeitos para as noites de outono à lareira
São Luiz. Os novos vinhos do Douro perfeitos para as noites de outono à lareira
Ver artigo

Deixamos os pormenores para o curso que decorre na Rota dos Vinhos do Alentejo, em Évora, a 13 de novembro. Logo às 9h30 já vai estar de olho nos copos altos, seguirá depois para provas de diferentes tipos de vinhos alentejanos, e pelas 17h sairá um profissional nas provas de vinho. Pelo meio, haverá almoço regional harmonizado com vinhos da região.

Apesar de ser só um dia, o curso tem continuidade quer ao apurar o seu paladar para degustar bom vinho, quer por contribuir para o Agrupamento 890 dos Escuteiros de Évora, para quem vai a totalidade das receitas do curso, com o objetivo de apoiar o trabalho dos escuteiros no desenvolvimento dos jovens da região.

O curso de iniciação à prova de vinhos custa 50€ por pessoa, com almoço incluído.

Rota dos Vinhos do Alentejo

Localização: Rua 5 de Outubro, nº 88 - Apartado 2146, 7000-854, Évora

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.