Hoje é o dia daqueles que sempre discutiram com a mãe por colocar coentros na comida para ficar mais "apuradinha". É o dia daqueles que se dão ao trabalho de tirar folha a folha do prato, mesmo que estejam num restaurante. Ou daqueles que, gostando do sabor, odeiam cortar coentros porque as folhas ficam agarradas às mãos.

Se não sabia que há um dia dedicado ao ódio ao coentro, então comece a apontar na agenda — e a celebrá-lo. Pelo menos neste dia, assinalado a 24 de fevereiro, tem legitimidade para impedir que alguém lhe sirva um prato com esta planta aromática.

Do fusilli ao penne.  3 receitas de massa criadas por chefs que pode fazer em casa
Do fusilli ao penne. 3 receitas de massa criadas por chefs que pode fazer em casa
Ver artigo

Mas do ódio ao dia assinalado no calendário, como é que tudo começou? A 13 de dezembro de 2013 foi criada uma página de Facebook I Hate Coriander, que tinha como objetivo unir forças entre aqueles que detestam esta erva. Publicação após publicação, surgiu então a ideia de assinalar o ódio numa data especial — 24 de fevereiro. A primeira celebração foi há três anos, em 2017, e desde então que a onda de pessoas que se identificam com o ódio foi crescendo.

coentros
créditos: I Hate Coriander

E o dia volta a ser lembrado em 2020 com mais uma publicação: "Há alguns anos decidimos declarar o dia 24 de fevereiro como o oficial Dia do 'Eu Odeio Coentros'. É preciso dizer que o legado continua, por isso, hoje diga a um amigo, membro da família, colega... ou até ao seu carteiro que adore coentros, para os colocarem no lixo onde pertencem ao lado das ervas do diabo".

E como é que se chegou a uma comunidade tão grande — com pelo menos 270.470 gostos na página de Facebook — a não gostar de coentros? De acordo com um estudo realizado pela 23andMe, a razão está na genética: "Quando comparámos o ADN dos que odeiam coentros com o ADN dos que amam coentros, encontrámos um SNP (ou variação genética) associado à característica de um subconjunto de cerca de 25 mil pessoas com ascendência europeia", revela o estudo.

Receitas. 5 sopas diferentes para começar a comer em 2020
Receitas. 5 sopas diferentes para começar a comer em 2020
Ver artigo

E foram precisamente os europeus que disseram que os coentros sabem a sabão (13%) ou que não gostam (26%). Contudo, gostos à parte, a verdade é que agora quem não gosta desta erva aromática já tem um dia para reivindicar o seu desagrado sempre que é usada na cozinha contra a sua vontade.

E o grupo I Hate Coriander não criou apenas o dia. Além do Facebook, há um site cuja descrição é tão simples como "nós odiamos de forma absoluta coentros e estamos comprometidos em livrar o mundo desta horrível erva". Não falta sequer uma loja online.

Desde T-shirts (27,61€), canecas (18,44€), até à tote bag (18,39€), são muitos os adereços para partilhar com o mundo que não gosta de coentros. E há mesmo quem tenha marcado esse ódio no corpo, tal como partilhado no Facebook do I Hate Coriander.

coentros
créditos: i hate coriander

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.