Não nos bata, mas precisamos de saber: é legítimo trair La Vie en Rose com American Pie? Calma. Embora pareça, não estamos a falar de escolhas cinematográficas. Referimo-nos a duas das 20 opções de cocktails e mocktails disponíveis na nova carta do SALLA, o bar instagramável que fica no piso térreo do renovado Palácio Chiado, junto ao Largo Camões, em Lisboa.

Com saudades de música e dança? Todos os caminhos vão dar ao novo SALLA, o bar do momento
Com saudades de música e dança? Todos os caminhos vão dar ao novo SALLA, o bar do momento
Ver artigo

Com um ambiente que oscila entre os salões de "Bridgerton" e o cenário perfeito para um date de "Sexo e a Cidade", o espaço do SALLA, por si só, já grita (salvo seja) convívios com amigos e serões de verão, e esta nova carta de cocktails só veio ajudar à festa.

E o mote é simples: todos os cocktails foram criados com base em ingredientes que nos remetem para os clássicos mais marcantes do cinema e, por isso, foram batizados exclusivamente com nomes ou frases icónicas de filmes.

Tem a certeza que sabe beber cocktails?

Sem expectativas, foi-nos entregue em mãos um Kiev Mule, outrora Moscow Mule: o primeiro cocktail que provámos assim que entrámos no SALLA, ainda antes do lançamento desta nova carta, a 19 de maio.

Estava um calor dos demónios e este Kiev Mule refrescou-nos, sem nos deixar a pensar em alternativas caso não estivéssemos em condições de levar o carro para casa a seguir. Tem álcool, claro, já que se trata de um cocktail e não de um mocktail, mas passa despercebido.

Leva vodka Smirnoff, lima, clara de ovo e manjericão (12€) e pode facilmente fazer-se acompanhar de presunto Pata Negra com torricado de tomate concassé e coentros (22€), casca frita com molho picante, maionese de cebolinho e alho confitado (5€) ou ostras ao natural (desde 3,50€), por exemplo. Já que estas últimas também integram a nova carta do SALLA, fora o universo das bebidas.

Ainda assim, não tardou até que surgisse competição à altura deste Kiev Mule. E assim que ouvimos que estávamos prestes a provar um cocktail com maracujá, não querendo ser tendenciosos (mas sendo), arregalámos imediatamente os olhos.

Para não pensar que ficámos com vontade de berrar "Oh Captain! My Captain", a frase de Walt Withman eternizada n'"O Clube dos Poetas Mortos", só porque sim, passamos a explicar: este cocktail leva rum Captain Morgan, Martini Extra Dry, polpa de maracujá, açúcar, limão e água Castello (14€) — e é servido com uma espécie de colher de maracujá.

Sim, literalmente um pau de madeira com um maracujá na ponta. O que nos levou a: 1) levantar a sobrancelha; e 2) aprender uma lição importante. Neste caso específico, podemos e até devemos mexer o cocktail para evidenciar ainda mais os sabores que o compõem, mas nem sempre é assim.

Um cocktail deve ser bebido exclusivamente como é servido. Se não trouxer uma palhinha, é porque não é suposto bebê-lo através de uma. Se não vier com nenhum pau de canela, colher de maracujá ou qualquer utensílio semelhante que dê para mexer a bebida, é porque não é suposto mexê-la. Parece simples, mas faz toda a diferença, de acordo com dois dos bartenders do SALLA.

O que é nacional é bom?

Patriotismos à parte, nem sempre. Mas este Gaiola Dourada (14€), que deve o nome ao filme homónimo, que se estreou em 2013, honra as expectativas depositadas em tudo o que é português. É feito exclusivamente com produtos nacionais e é o resultado de uma combinação de Gin Lisboa, Amarguinha, polpa de morango, framboesas, açúcar e...clara de ovo. Sim, leu bem. Mas não se assuste. Este ingrediente é utilizado apenas para conferir uma determinada textura e consistência à bebida e não tem qualquer sabor.

Para além de extremamente doce, graças ao morango, apresenta uma cor avermelhada com espuma branca a contrastar e é servido com uma espetada de framboesas no topo. Por isso, é perfeito para aprimorar o feed de Instagram.

SALLA
A Gaiola Dourada (14€) créditos: divulgação

Estes têm lugar cativo no nosso pódio (pelo menos, até ao lançamento da próxima carta), mas neste novo menu de cocktails de assinatura tem ainda à sua disposição opções como La Vie en Rose (12€), Red Light District (10€) , American Pie (14€) ou, um dos nossos favoritos também, Pineapple Express (10€), finalizado com uma espuma que, aqui entre nós, até merecia ser servida à parte.

Consulte os cocktails disponíveis nesta nova carta aqui, à semelhança de todos os mocktails (cocktails sem álcool) que integram o menu: como é o caso do OMG (6€), Negroni (10€) ou do clássico Pornstar Martini (10€).

Isto à margem de uma vasta carta de gins tónicos, sangria de espumante (26€ por um litro, 44€ por jarro de dois litros) ou das típicas soft drinks.

Beber é bom, mas beber com boa comida a acompanhar? É outro nível

E porque o SALLA, para além de ser um dos sítios mais requisitados da capital para beber um cocktail, também o é para petiscar com amigos ao final da tarde, importa também espreitar as opções gastronómicas que constam na carta deste verão.

Para além das que já mencionámos, camarão salteado com guacamole (18€), tártaro de novilho com ovo BT (16€) ou taquitos de salmão (12€) são algumas das opções que se juntam à intemporal tábua de seleção de queijos nacionais e enchidos (16€) ou ao risotto de legumes e cogumelos (15€).

O SALLA tem um encanto especial ao fim da tarde, mas ganha uma outra vida assim que cai a noite. Este espaço lisboeta conta a presença de DJ's residentes, tanto no bar do piso térreo como no restaurante no piso superior do Palácio Chiado, e até publica os horários e responsáveis pela banda sonora na página oficial de Instagram para quem possa espreitar atempadamente o programa de festas.

Morada: Rua do Alecrim nº70, Lisboa
Telefone: 21 010 11 84
Horário: De domingo a quinta-feira das  12h30 às 16h e das 19h às 00h00. Sexta-feira e sábado das 12h30 às 16h e das 19h às 02h00

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.