As sardinhas são só o início da ementa dos arraiais dos Santos Populares. Há quem ainda pique uma bifana e só depois uma sobremesa como só as feiras populares têm. Ora uma fartura, ora um churro, que pode ou não ser recheado. Não quer dizer que a boca se feche por aqui, porque depois há sempre espaço para uma cerveja. Pelo menos para quem sai de casa. Quem não sai, tem aqui cinco alternativas.

Pode não às festas por receio de ficar infetado com COVID-19 — dado que as previsões apontam para 350 mil casos depois das festas — ou porque entretanto já ficou contagiado nesta leva de aumento exponencial de casos e está confinado. Todavia, há uma forma de os Santos Populares irem até si: recriando as receitas da feira, incluindo as farturas.

Uber Eats entra nas festas com promoções nos Santos Populares. Sai um arraial aí para casa?
Uber Eats entra nas festas com promoções nos Santos Populares. Sai um arraial aí para casa?
Ver artigo

É mais fácil do que imagina e não precisa de ter aquele grande tanque de óleo onde a magia (e o cheiro) acontece nos arraiais. Basta uma frigideira, no caso das farturas, ou uma máquina ou forma de waffles para fazer esta espécie de panqueca com quadradinhos.

Entre uma simples fartura, churro ou waffle (ou uma mistura dos dois como já vai perceber) a abusar nos toppings de chocolate, Nutella, doce de morango ou de ovos, escolha o que o vai fazer sentir como se o arraial fosse na sua casa.

1. Farturas Tradicionais com Açúcar & Canela

Farturas Tradicionais com Açúcar & Canela
Farturas Tradicionais com Açúcar & Canela créditos: aflavorita

Ingredientes:

— 600 ml de água
— 200 gramas de manteiga
—2 colheres de sopa de açúcar
— 1 pitada de sal
— 350 gramas de farinha de trigo sem fermento
— 2 ovos
— Óleo q.b (para fritar)
— Açúcar q.b. (para polvilhar)
— Canela q.b. (para polvilhar)

Modo de preparação:

Num tacho, verta a água e junte-lhe a manteiga (cortada em cubos), o açúcar e o sal. Leve o tacho ao lume e mexa ligeiramente para dissolver o açúcar. Deixe a manteiga diluir-se totalmente e, quando a água começar a ferver, retire do lume. Já com o tacho fora do lume, adicione a farinha toda de uma vez ao tacho e mexa bem com uma vara de arames ou colher de pau.

Quando a farinha tiver absorvido totalmente a água e formado uma pasta de tons amarelos, leve o tacho novamente ao lume. Mexa com a colher de pau até que a pasta se transforme numa bola de massa homogénea, completamente solta das paredes do tacho. Retire novamente do lume e deixe a massa arrefecer durante quatro a cinco minutos.

Passado esse tempo, adicione um ovo à massa e incorpore-o muito bem na massa até não haver réstias de ovo visíveis. Repita o processo com o segundo ovo (a massa pode parecer desagradável, mas é normal — só é necessário mexer/sovar mesmo muito bem a massa). De seguida, transira a massa para um saco de pasteleiro (que deverá ter uma boquilha aberta e em ‘V’).

Leve um tacho ou frigideira ao lume e adicione-lhe óleo suficiente para fritar a massa (cerca de 3 ou 4 centímetros de altura).
Já com o óleo quente, é altura de dispor pequenos ‘cilindros’ de massa pelo óleo — cortando cada porção com a ajuda de uma tesoura de cozinha. Quando as farturas estiverem com aspeto crocante e dourado, retire-as do óleo e coloque-as num tabuleiro com papel de cozinha (para ajudar a absorver o excesso de óleo).

Por fim, polvilhe as farturas com açúcar e canela ou acompanhe com chocolate ou outro sabor a gosto.

Esta receita é do blogue A Flavorita.

2. Churros caseiros

Churros caseiros 
Churros caseiros  créditos: amodadoflavio

Ingredientes:

— 1 e 1/2 chávena de leite
— 1/2 chávena de água
— 2 colheres (sopa) de manteiga
— 2 chávenas de farinha de trigo
— Sal a gosto
— Açúcar a gosto
— Canela a gosto

Modo de preparação:

Numa panela, junte o leite, a água, a manteiga e o sal. Assim que o leite ferver, acrescente a farinha de trigo e misture depressa até a massa ficar solta do fundo da panela. Ponha a massa num saco de confeiteiro. A seguir, faça pequenas tiras com a massa. Frite.
Mexa a canela com o açúcar. A seguir, passe nos churros fritos. Sirva, polvilhado com açúcar.

Esta receita é do blogue À Moda do Flávio.

3. Churros recheados

Churros recheados
Churros recheados créditos: sidul

Ingredientes:

— 2,5 dl de água
— 50 gramas de manteiga
— 150 gramas de farinha
— 3 ovos grandes
— 1 chávena (de chá) de compota de framboesa
— Sal q.b
— Açúcar Fino para bolos q.b
— Óleo
— Canela q.b

Modo de preparação:

Coloque a água num tacho e junte a manteiga. Tempere com uma pitada de sal e leve ao lume. Deixe levantar fervura e adicione a farinha de uma só vez, mexendo com uma colher de pau, até se despegar do tacho. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco, mexendo de vez em quando. Coloque os ovos num recipiente, bata-os e, aos poucos, adicione-os à massa, batendo muito bem. Deixe repousar cerca de 15 minutos.

Aqueça bastante óleo num recipiente largo e coloque a massa num saco de pasteleiro, com boquilha frisada. Vá colocando a massa, em forma de espiral. Vire-a com o auxílio de dois garfos e deixe-a fritar mais um pouco. Retire-a com uma escumadeira e coloque-a sobre papel absorvente. Passe-a, ainda quente, por uma mistura de açúcar fino para bolos e canela. Corte-a em pequenos pedaços, com uma tesoura. Por fim, coloque a compota num saco de pasteleiro, com boquilha fina, e recheie os churros com a mesma.

Esta receita é da Sidul.

4. Waffle simples estilo belga

Waffle simples estilo belga
Waffle simples estilo belga créditos: mygutfeeling

Ingredientes:

— 150 gr de farinha de arroz
— 65 gr de maisena
— 2 colheres de sopa de açúcar amarelo
— 2 colheres de chá de fermento em pó
— 1/2 colher de chá de sal
— 2 ovos grandes
— 250 ml de leite sem lactose
— 2 colheres de sopa de manteiga derretida
— Açúcar em pó para polvilhar (opcional)

Modo de preparação:

Numa tigela, misture os ingredientes secos: farinha de arroz, farinha maisena, açúcar, fermento em pó e sal. Reserve. Noutra tigela, comece por bater os ovos durante dois minutos ou até que a massa comece a borbulhar. Adicione lentamente o leite e a manteiga derretida e bata por mais dois minutos. Deite lentamente o preparado por cima dos ingredientes secos, mexendo até misturar bem. Deixe a massa descansar durante 20 minutos.

Ligue a máquina de waffles e pré-aqueça (ou ajuste a temperatura para médio-alto). Depois de 20 minutos, volte a bater a massa. Deite a massa na máquina pré-aquecida, o suficiente para cobrir a superfície (dica: utilize uma concha de sopa por waffle) e feche a tampa. Quando o waffle estiver dourado e crocante, use uma espátula e deixe arrefecer. Evite empilhar os waffles, para não ficarem moles. Repita com a massa restante, misturando bem antes de adicionar cada waffle. Para uma versão clássica, sirva-os mornos polvilhados com açúcar em pó.

Esta receita é do blogue My Gut Feeling.

5. Waffle Churros com Doce de Leite e Canela

Waffle Churros com Doce de Leite e Canela
Waffle Churros com Doce de Leite e Canela créditos: pratofundo

Ingredientes:

— 200 ml leite
— 115 gramas farinha de trigo
— 35 gramas amido de milho
— 30 gramas açúcar branco
— 1 ovo
— 25 gramas manteiga sem sal (derretida)
— 8 gramas fermento químico em pó
— 1,5 gramas sal refinado
— Canela em pó (a gosto)
— Manteiga sem sal (derretida; a gosto)
— Canela em pó (a gosto)
— Açúcar branco (ou refinado; a gosto)

Modo de preparação:

Numa tigela, misture os ingredientes secos: farinha de trigo, amido de milho, açúcar, fermento químico em pó, sal e canela em pó (a gosto). Misture bem com um batedor. Reserve. Separe a gema e a clara. Misture a gema, o leite e a manteiga sem sal derretida. Misture bem. Bata as claras em castelo. Reserve. Acrescente o líquido sobre os secos mexendo bem para não deixar grumos. Depois adicione a massa sobre as claras em castelo e misture para deixar uniforme.

Prepare a mistura de açúcar e canela e derreta manteiga sem sal. Deixe um pincel próximo. Coloque a massa pronta na máquina de waffles e espere até estar pronto (o tempo vai depender de cada equipamento). Retire da máquina e deixe arrefecer ligeiramente para ficar mais firme.

Passe a manteiga derretida sobre o waffle (nos dois lados) e depois na mistura de açúcar e canela. Sirva imediatamente, e se quiser, com uma calda de doce de leite e xarope de ácer (só tem de misturar os dois e aquecer para ficar mais fluído).

Esta receita é do blogue Prato Fundo.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.