Se não se importa de passar ao lado dos Alives e Rock in Rios da vida e o seu conceito de festival está mais perto de unir boa comida a música e a uma atmosfera acolhedora, apostamos que já tem bilhete comprado para a próxima edição do Chefs on Fire, o festival gastronómico que junta grandes chefs à volta de uma fogueira, de onde saem doses deliciosas de comida e bem regadas com vinhos nacionais.

Mas enquanto a edição deste ano não chega — com nomes como Alexandre Silva, Vítor Adão, Henrique Sá Pessoa e Noélia Jerónimo, entre muitos outros, prontos para entrar em ação a 17 e 18 de setembro, em Cascais —, há uma novidade para lhe abrir o apetite: o evento sossega os nossos corações com o Chefs on Fire Pop-Up Almada, que se realiza já esta semana, entre 15 e 17 de julho.

Petiscos da Noélia, música de Carolina Deslandes e fogo até mais não. O Chefs on Fire está de volta
Petiscos da Noélia, música de Carolina Deslandes e fogo até mais não. O Chefs on Fire está de volta
Ver artigo

Com uma vista deslumbrante do rio Tejo, e mesmo junto à água para nos refrescar do calor, esta edição exclusiva no Jardim do Rio, em Almada, repete o conceito de menus confecionados com fogo (mas com todas as garantias de segurança devido ao estado de contingência, reforça a organização) ao som de boa música.

Ao contrário do evento original, neste spin off vai poder escolher entre almoçar e jantar. Na sexta-feira, 15, os chefs Manuel Liebaut e Ronald Sim, ambos do restaurante Fogo, vão cozinhar para os festivaleiros gastronómicos, ao som de Budda Power Blues (almoço) e Filipe Karlsson (jantar).

No dia seguinte, sábado, 16, chega a vez da chef Marlene Vieira, do restaurante homónimo, e do chef André Cruz, do Feitoria. A música fica a cargo dos Cassete Pirata (almoço) e Frankie Chavez (jantar).

Chef Marlene Vieira
Vai poder provar os pratos de Marlene Vieira. créditos: instagram

Aos comandos no último dia do evento estão os chefs Shay Ola, do Queimado, e Anaís Almeida, do Kitchenette, acompanhados de Tiago Nacarato (almoço) e Benjamim (jantar).

Mas vamos às más notícias? É que há turnos esgotados, e já não é possível adquirir bilhetes para o almoço de sexta-feira e jantar de sábado. Quanto aos outros, corra para o site para garantir o seu. A entrada no evento tem um valor de 30€ por pessoa, e inclui quatro doses de comida: uma de carne, outra de peixe, veggie e sobremesa. As bebidas, bem como doses extra de comida, são pagas à parte e deve carregar saldo já no recinto, usando o QRcode carregável do bilhete que recebe no seu smartphone.

Os turnos de almoço decorrem das 12h às 17h, e do jantar das 18h às 23h.

Chegar ao recinto? De barco, claro

A grande novidade desta edição especial do Chefs on Fire prende-se com a forma de lá chegar. Isto porque apesar de poder utilizar transportes públicos, o seu carro ou TVDE's (algo que a organização recomenda para facilitar a logística do estacionamento) para chegar ao Jardim do Rio, em Almada, se vier de Lisboa, o melhor é chamar um taxi boat.

Pode apanhar um transporte da Lisbon Taxi Boats nas Docas de Santo Amaro (porta 3), em Alcântara, e fazer o percurso em apenas 10 minutos, saindo diretamente para o evento na Rua do Ginjal, junto ao Jardim do Rio, em Almada.

Para isso, basta adquirir um bilhete (ida e volta), escolher um horário disponível e aproveitar o passeio até ao local do Pop-Up Almada do Chefs on Fire. Os barcos saem de 15 em 15 minutos, a entrada nas embarcações é por ordem de chegada (dentro do horário selecionado) e os bilhetes têm um custo de 10€ por pessoa.

Organização garante segurança

Face ao cenário de contingência em todo o País motivado pelos incêndios espalhados pelo território nacional, muitos eventos sofreram alterações — como o Super Bock Super Rock que foi obrigado a deixar o Meco e a realizar-se em Lisboa, no Parque das Nações, por exemplo.

Quanto ao Chefs on Fire Pop-Up Almada, a organização manteve o evento, mas garante que todas as adaptações e esforços foram realizados para garantir que tudo decorre com total segurança.

"Tendo em conta o estado de alerta em que nos encontramos, a organização do Chefs on Fire consultou as autoridades relevantes na avaliação da operação Pop Up Almada, a decorrer no Jardim do Rio este fim de semana. Nesse sentido, e apesar do estado de contingência em vigor não se aplicar ao Jardim do Rio, não só foram feitas várias adaptações de segurança, como a organização decidiu implementar um protocolo de auto-proteção, libertando assim os bombeiros de Almada para a proteção da cidade e sua população que é, naturalmente, a sua prioridade", salientou em comunicado, acrescentando que "o evento acontecerá e, tal como nas três edições anteriores, será executado com o máximo rigor, usando menus adaptados para utilização de brasas reduzidas, e acompanhado em todos os momentos por profissionais treinados junto a cada ponto de brasa".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.