Tascas de comida portuguesa, restaurantes italianos e até espaços onde pode ir comer um brunch com vista para o rio. No Bairro Alto, Bica, Chiado ou até em Alvalade, há restaurantes que os famosos adoram visitar, seja para um almoço de família ou para um encontro entre amigos. E nem todos pertencem a chefs famosos, são caros e incluem menus de degustação de cinco pratos.

Raquel Strada adora uma tasca onde consegue comer por 14€, com entradas, prato principal, vinho e sobremesa. Já Paulo Pires adora a cozinha tipicamente alentejana do pequenino Cantinho do Bem Estar. Carolina Loureiro adora um restaurante na Charneca da Caparica, Ana Marta Ferreira anda "maluca com o restaurante Pasta Non Basta".

A MAGG foi saber quais são os restaurantes pouco conhecidos favoritos de alguns famosos. Descubra os locais prediletos das apresentadoras Carolina Loureiro e Raquel Strada, do modelo Ruben Rua, da atriz Ana Marta Ferreira e do ator Paulo Pires.

Nana Petiscos (Almada)

Morada: Rua Eugénio Salvador, 23, Charneca de Caparica, Almada
Telefone: 933 240 178
Horário: 17h-24h

Um dos restaurantes preferidos de Carolina Loureiro fica na Charneca da Caparica e chama-se Nana Petiscos. O espaço é ideal para petiscar depois de um bom dia de praia: pode pedir um prato de caracóis (5,50€), prego em bolo do caco (5,45€) e uma grande variedade de tapas — o queijo de cabra com doce de tomate (5,95€) é uma das especialidades. Deve ter em conta que se for no pico do verão vai encontrar fila de espera à porta.

La Trattoria (Lisboa)

Morada: Rua Artilharia 1, 79/81, Rato, Lisboa
Telefone: 213 853 043
Horário: 12h30-15h e 19h30-23h, 19h30-23h ao sábado e domingo

O La Trattoria, restaurante italiano com um espaço trendy e cosmopolita, é outro dos favoritos de Carolina Loureiro. Situado no Rato, em Lisboa, tem um espírito de restaurante/bar. A atenção especial recai sobre as pizzas, os risottos e as massas. Pode provar a massa Pene All'Arrabiata por 10€ ou o spaghetti con burrata e pomodorini por 15,50€. Na carta há ainda Risotto Portobello (7,50€) e pizza burratina e prosciutto di parma (14€).

Toma lá, Dá Cá (Lisboa)

Morada: Travessa do Sequeiro, 38, Bica, Lisboa
Telefone: 213 479 243
Horário:  9h-24h. Fecha ao domingo

"O Toma lá, Dá Cá é uma tasca muito pequenina que existe a caminho da rua do Adamastor, em que consegues comer por 14€ com entradas, prato principal, vinho e sobremesa", conta Raquel Strada. A comida é tipicamente portuguesa. As sugestões são o bife de atum por 8,50€ a dose e o bife de porco gratinado por 8,10€.

Osteria (Lisboa)

Morada: Rua das Madres, 52/54, Madragoa, Lisboa
Telefone: 213 960 584
Horário: 12h30-16h e 19h30-1h, 12h30-1h ao domingo e 19h30-1h à segunda-feira

Outro dos restaurantes que está no topo da lista de Raquel Strada é a Osteria, na Madragoa, também em Lisboa: "É comida tipicamente italiana. É maravilhoso e uma tasca que eu adoro”. Com um atendimento que o vai fazer sentir em casa, os pratos mais populares são a lasanha de pão carasau com curgete, tomate e ricotta por 9,90€, a pasta com pesto de beterraba com manjericão, pinhões e queijo percorino por 10,90€ e o risotto de espinafres com tomate seco por 10,90€.

DeliDelux (Lisboa)

Morada: Avenida Infante Dom Henrique, Armazém B, Cais da Pedra, Loja 8, Santa Apolónia, Lisboa
Telefone: 218 862 070 ou 932 831 099
Horário: 10h-22h e 10h-24h à sexta-feira e sábado

"O DeliDelux acho que muita gente conhece, mas nunca está muito cheio. Eu gosto imenso porque tem um menu mais de brunch, mas também tem pratos”, conta o ator Paulo Pires sobre um dos seus espaços preferidos. Junta brunch, tapas e uma esplanada com vista para o rio Tejo que, em dias de sol, pode aproveitar da melhor forma. Entre a sopa do dia (2,50€), uma salada de legumes assados (9,65€) ou uma das três opções de brunch. A base é a bebida fria, uma bebida quente, croissants, pão, queijo, fiambre e café, sendo que depois pode optar pelas panquecas (14,90€); ovos mexidos (16,90€); e ovos Benedict (18,90€). O brunch está disponível todos os dias das 10 às 13 horas, aos sábados, domingos e feriados das 10 às 16 horas.

Sinal Vermelho (Lisboa)

Morada: Rua das Gáveas, 89, Bairro Alto, Lisboa
Telefone: 213 461 252
Horário: 12h30-24h, 18h-24h à sexta-feira, 18h-24h30 ao sábado. Fecha ao domingo

O restaurante Sinal Vermelho, no Bairro Alto, é outro que Paulo Pires costuma frequentar: “Há anos que é um excelente restaurante de comida portuguesa”. Uma tradicional tasca tradicional, onde pode comer pratos vegetarianos, como o arroz de legumes malandrinho por 9,90€ ou a salada de tomate e queijo fresco com orégãos por 7,90€. No entanto, os pratos típicos são os mais apreciados: a carne de porco à alentejana (11,90€) e a espetada de porco preto com migas de broa e couve portuguesa (11,90€).

As celebridades portuguesas que não usam stylist... mas também não precisam
As celebridades portuguesas que não usam stylist... mas também não precisam
Ver artigo

Cantinho do Bem Estar (Lisboa)

Morada: Rua do Norte, 46, Bairro Alto, Lisboa
Telefone: 213 464 265
Horário: 12h-15h e 19h-23h. Fecha ao domingo

Já o Cantinho do Bem Estar é “um restaurante muito giro, também no Bairro Alto”, conta o ator. Um espaço pequeno mas cativante e confortável, que serve pratos típicos da cozinha alentejana. Com doses bem servidas e comida caseira, as estrelas da casa são os filetes de peixe galo com arroz de feijão e a vitela com molho de coentros, batata frita e salada, ambos por 14,50€.

Aquele Lugar que Não Existe (Lisboa)

Morada: Rua do Açúcar, 89, Marvila, Lisboa
Telefone: 960 016 208
Horário: 11h30-16h e 19h30-24h

Paulo Pires sugere ainda o Aquele Lugar que Não Existe, em Marvila, um "restaurante muito giro, especialmente para ir com os miúdos”. Um espaço que se distingue pela diferença, dedicado a famílias, fora do normal, onde a qualidade da comida também merece ser referida. A carta marca a diferença e conta com pratos italianos, indianos e brunch. Ao almoço pode pedir o rodízio por 18,50€ — a sobremesa e o café são pagos à parte.

Pasta Non Basta (Lisboa)

Morada: Avenida Elias Garcia, 180B, Praça de Espanha, Lisboa 1050-153 ou Rua Marquesa de Alorna, 17B, Alvalade, Lisboa
Telefone: 21 797 9214
Horário: 12h-15h e 19h30-23h, 12h30-24h ao sábado, 12h30-23h ao domingo

Ana Marta Ferreira anda "maluca com o restaurante Pasta Non Basta. Eles abriram há mais ou menos um ano e tinham o primeiro restaurante na rua Elias Garcia. Recentemente abriram um novo espaço em Alvalade." A atriz garante que é um restaurante italiano "incrível", e que adora ir lá comer: "As massas e as pizzas são muito bem confecionadas, eles têm muito bom gosto e uma ementa incrível". Entre as especialidades está o Spaghetti al Tartufo (14,50€) e as pizzas Funghi (10,50€) e Rústica (11,50€).

Carvoaria Jacto (Lisboa)

Morada: Rua Basílio Teles, 4, Campolide, Lisboa
Telefone: 217 262 173
Horário: 12h-24h. Fecha ao domingo

Para o modelo Ruben Rua, a Carvoaria Jacto tem "a melhor carne". Os destaque vão para o cozido à nortenha com enchidos caseiros (16€) e para a cataplana de lagarto com amêijoas e gambas (22€).

Sea Me (Lisboa)

Morada: Rua do Loreto, 21, Chiado, Lisboa
Telefone: 213 461 564
Horário: 12h30-15h30 e 19h-24h, 12h30-15h e 19h30-1h à sexta-feira, 12h30-1h ao sábado e 12h30-24h ao domingo

Já o Sea Me, para o modelo, tem o melhor peixe: "É um restaurante para todas as pessoas em qualquer altura do dia. Não é demasiado pretensioso, mas tem muito boa onda", explica. É aqui que pode comer peixe fresco num ambiente trendy. No entanto não fica limitado à típica mariscada: pode comer sushi de fusão à carta ou optar por uma seleção de marisco de três (35€) ou seis (80€) variedades. Também há bitoque de salmão com ovo a cavalo, boletos e batata doce (14,50€) ou experimentar os tão pedidos niguiris de sardinha com flor de sal (7€).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.