Se sempre ouviu a máxima "depressa e bem, não há quem", chegou a hora de a contrariar com a abertura da mais recente hamburgueria de Lisboa. A DC Brothers, inaugurada oficialmente esta terça-feira, 2 de novembro, no Mercado de Campo de Ourique, é a materialização da ideia dos irmãos Lucas, 19 anos, e Mateus da Costa, 17 anos, filhos do empresário e cozinheiro Olivier da Costa, que juntaram o seu amor à cozinha com um novo conceito de comida deliciosa e bem gulosa: "fast good".

Esta torre de hambúrgueres fez palpitar o coração? Saiba onde a pode encontrar (e comer)
Esta torre de hambúrgueres fez palpitar o coração? Saiba onde a pode encontrar (e comer)
Ver artigo

Apesar de estarmos a falar de hambúrgueres, o produto de excelência dos restaurantes de fast food, aqui a qualidade é prioridade máxima, com recurso a cortes de carne biológica de excelência. "Eu e o Lucas traduzimos a nossa marca no lema 'fast good', em contraponto ao 'fast food', genericamente associado a hambúrgueres. Este tornou-se o ponto de partida para que todos, desde a nossa equipa aos nossos fornecedores, estejamos alinhados para proporcionar uma refeição original e deliciosa aos clientes", explica Mateus da Costa à MAGG.

O irmão e companheiro nesta aventura — a primeira de Lucas e Mateus na restauração —, Lucas da Costa, acrescenta que o desafio primordial é o de "desenvolver hambúrgueres originais", embora não descartem a criação de outros conceitos gastronómicos em torno da marca, no futuro.

Mas no meio de tantas hamburguerias espalhadas pelo País e por Lisboa fora, em que é que a DC Brothers é diferente? "Não se coloca a questão de surgirmos como mais uma hamburgueria em Lisboa. O que tornará a DC Brothers num espaço único não se restringe aos hambúrgueres de qualidade excecional, mas a uma expansão sempre em espaços próprios e desenvolvidos sob as nossas orientações, numa atmosfera trendy", refere Lucas da Costa. "Para já, teremos apenas o quiosque no Mercado de Campo de Ourique e a ghost kitchen [destinada apenas a entregas], mas o espaço que pretendemos para a DC Brothers na cozinha em Portugal não se encerra em Lisboa."

DC Brothers
O DC Bacon já é um best-seller nas plataformas de entregas.

"Não queremos ser vistos como mais uma proposta destas em Lisboa, pretendemos sim proporcionar aos clientes, em várias cidades, a receita desenvolvida por mim e pelo Lucas, e que é verdadeiramente diferenciadora", acrescenta Mateus da Costa.

Com o hambúrguer como cartão de visita, os dois irmãos apostam as fichas todas naquele que consideram ser o "melhor hambúrguer" desenvolvido. "Estivemos concentrados a trabalhar com o nosso chef, e temos vindo a fazer as afinações necessárias para que o passa-a-palavra seja, no imediato, de que há um hambúrguer como nenhum outro no Mercado de Campo de Ourique", refere Lucas.

Já Mateus explica-nos que "um hambúrguer não tem de corresponder à ideia redutora da carne picada com temperos" e reforça que, na nova DC Brothers, será servida apenas carne dos melhores cortes e 100% biológica. "Depois de meses de tentativa e erro, beneficiando de algumas sinergias com o Grupo Olivier, atingimos um nível de qualidade que nos orgulha enquanto criadores da DC Brothers", destaca.

É que "filho de peixe, sabe nadar" (ok, vamos parar com os ditados) e a sinergia com o grupo do cozinheiro e empresário Olivier da Costa não é à toa: Lucas e Mateus são filhos de Olivier e netos do chef Michel, e com eles ganharam o gosto pela cozinha.

"É difícil encontrar melhor influência do que um avô estrela Michelin e um pai restaurateur com negócios em três continentes. Mas sim, o chamado bichinho estava lá, embora, como em tudo na vida, necessitasse que algo ou alguém o despertasse", diz Mateus da Costa. "Ninguém se surpreende por o Cristianinho, filho do Cristiano Ronaldo, se estar a perfilar já como potencial futebolista. A avó até disse há dias que ele já é melhor do que o pai era naquela idade, e que uma das razões era ter um grande treinador, o Ronaldo. Somos netos do primeiro chef com estrela Michelin em Portugal. E não há um chef português com tanto sucesso empresarial nacional e internacional quanto o nosso pai. Provavelmente, termos estes treinadores abriu caminho para que eu e o Lucas nos desafiássemos para um projeto de empreendedorismo."

"Com 14 anos, quando muitos amigos estavam num court de ténis ou a apanhar ondas na praia, eu já estagiava no Guilty. Num verão aprendi a fazer os básicos, as massas, as entradas, os hambúrgueres. As escolhas que fizemos para percurso académico já indiciavam esta escolha. Com naturalidade atraiu-me a Escola de Hotelaria do Estoril. O Lucas está na Universidade Europeia em Gestão Hoteleira. E depois temos a escola que tem sido o percurso do nosso pai", acrescenta Mateus da Costa.

Preparado para o melhor hambúrguer de Lisboa?

Para além de carne de qualidade, a nova DC Brothers aposta em ingredientes escolhidos a dedo. "A utilização, tão extensa quanto possível, de ingredientes da região é uma questão de sustentabilidade que temos analisado inclusive na nossa formação académica. É algo que, felizmente, já se aborda sem preconceitos nas escolas de hotelaria e na universidade. Mas relativamente aos ingredientes, e sem quebrar a premissa de que o segredo é a alma do negócio, partilho que a nossa carne é ibérica, de produtores selecionados, sob a lógica de que na DC Brothers só há ingredientes premium a preços acessíveis", explica Lucas da Costa.

E nada foi ao acaso, mas sim fruto de várias tentativas para chegar à melhor carta. "Andámos muito para conseguir reunir esses ingredientes para compor uma carta que, mais que inventiva, pretendemos assertiva, com uma lista não demasiado extensa de opções. A primazia tem de estar desde logo na qualidade. Não é só discurso: dou-lhe o exemplo das batatas. Andámos meses a experimentar batatas de diferentes produtores até encontrar as que consideramos terem a qualidade premium que carateriza a DC Brothers", refere Lucas. "A tal ponto que passaram a ser usadas também no Guilty by Olivier, um dos restaurantes do nosso pai", acrescenta Mateus.

Da carta, fazem parte opções como o Big C, hambúrguer com queijo cheddar, cebola, pickles, alface e molho especial (7,90€), DC Chicken, com frango marinado, alface, tomate e molho especial (7,75€) ou o Double Cheese, hambúrguer com queijo cheddar, cebola caramelizada, pickles, ketchup e mostarda (6,75€), entre outras opções. Todas as propostas da carta podem ser consumidas também em menu, por um valor adicional.

Para Lucas da Costa, o DC Bacon (7,50€) acaba por ser a opção com melhor combinação de sabores. "Talvez a melhor resposta venha da operação nas plataformas, que já leva dois meses, e onde é este o best-seller", salienta o fundador, referindo-se à segunda vida da DC Brothers: as entregas nas plataformas Uber Eats e Glovo.

As opções vegetarianas não são esquecidas com o DC Veggie (8,50€), com falafel, tomate, cebola e alface, embora os irmãos garantam que até os carnívoros se rendem a esta alternativa.

A DC Brothers já está aberta ao público no Mercado de Campo de Ourique, para serviço no local e take-away. Se preferir o delivery, os hambúrgueres de Lucas e Mateus da Costa podem ser encontrados nas plataformas de entregas.

Morada: Rua Coelho da Rocha, Mercado de Campo de Ourique, Lisboa
Telefone: 934 000 359
Horário: 12h-23h30 (aberto todos os dias)

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.