Olivier da Costa tem mais um restaurante, mas não se trata de um espaço qualquer. Esta segunda-feira, 29 de novembro, o conhecido empresário e cozinheiro abre as portas do XXL no lugar onde durante 26 anos funcionou o icónico XL, junto à Assembleia de República, em Lisboa.

Depois de encerrar definitivamente em 2020, durante o primeiro confinamento, o clássico restaurante de Vasco Gallego vai agora parar às mãos de Olivier depois de uma coincidência. Amigos de longa data, o proprietário do Yakuza e do Seen fez um desafio ao amigo Vasco no início de 2020. "Tive um sonho em que ficava com o restaurante dele [Vasco]. Liguei-lhe, contei-lhe, e depois de nos encontrarmos, fechámos negócio", conta Olivier no decorrer de um almoço de apresentação do novo XXL aos jornalistas, esta segunda-feira.

Savage by Olivier. Já pode deliciar-se com estes churros gulosos no Mercado de Campo de Ourique
Savage by Olivier. Já pode deliciar-se com estes churros gulosos no Mercado de Campo de Ourique
Ver artigo

Do sonho à concretização, o XXL by Olivier— que ganha um X para demonstrar a nova gerência, sem deixar de lado o legado icónico — nasce para recuperar um espaço clássico de Lisboa, mas também para concretizar uma espécie de ciclo de Olivier da Costa. "Ainda me lembro de o XL ser do outro lado da rua, um espaço pequenino, e de vir aqui com a minha irmã. Já na altura, em 1994, era o hot spot, o sítio onde toda a gente queria ir", conta-nos Olivier.

XXL
O novo XXL foi completamente renovado, mas manteve o espírito icónico do restaurante original. créditos: SALVADOR COLACO

Num local que é uma referência para tantas gerações, a carta do novo XXL foi pensada ao detalhe. "São pratos do coração, comida de abraço de mãe, como gosto de dizer. São pratos que nos fazem lembrar qualquer coisa, fiz uma ementa mesmo nesse sentido, uma cozinha de coração, rica, quente e confortável", explica o empresário.

E num local onde, tal como Olivier gosta de dizer, "não há pobrezas" nas doses nem no sabor, o que é que podemos encontrar? O legado do XL está presente do início ao fim — embora com um toque Olivier —, e não faltam as frituras e ou soufflés. Exemplos disso são sugestões como o queijo panado (6€), os croquetes de rabo de boi com mostarda de dijon e foie gras (12€) e as gambas despenteadas com alho confitado (36€).

No campo das entradas, pode também provar pratos como a salada de fava (9€), pimentos grelhados (7€) ou salada de grão com vinagrete de mel e cominhos (9€), entre outras opções.

Nos icónicos soufflés. Divida-se entre o de peixe e camarão (28€) ou queijo e espinafres (24€), mas guarde espaço para as verdadeiras estrelas do XXL: a picanha de tamboril (58€) ou o bitoque de lagosta (68€). Se quiser terminar com carne, pode escolher entre o bife XXL (34€), o entrecôte (85€), o frango de leitão (19€) ou o emblemático bife Café Paris (34€).

XXL
Os soufflés, uma das imagens de marca do XXL, estão na carta. créditos: SALVADOR COLACO

Para continuar o legado do XL original nas sobremesas, renda-se ao soufflé Ferrero Rocher (16€) — e sim, tem mesmo um bombom no interior — ou às incríveis fatias douradas (5€). Na mesma onda de memória, os cafés são servidos ao mesmo tempo que um cestinho de pipocas com caramelo salgado, e não se vai embora sem uma pastilha Gorila de menta, tal como nos anos 90.

O XXL by Olivier da Costa abre portas esta segunda-feira, com um horário de funcionamento durante todos os dias da semana, apenas ao jantar.

Morada: Calçada da Estrela 57, Lisboa
Telefone:  911 807 513
Horário: 19h30-01h

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.