Hugo Banha é um empresário habituado ao luxo e ao rigor. Abriu, há cinco anos, uma perfumaria em plena Avenida da Liberdade com produtos de nicho e, mais tarde, uma alfaiataria na qual o acesso é feito exclusivamente por convite.

Entretanto, abriu mais uma perfumaria e ainda um gabinete de design e arquitetura, sempre com o projeto de um restaurante à espera de ser concretizado. Até que, finalmente, em outubro, abre o Otro Restaurante, onde o requinte a que habituou Lisboa não ficou esquecido.

Morada: Rua Rodrigues Sampaio, 94, Lisboa
Horário: 12h30-15h e 19h-22h
Telefone: 963 620 129

Cada mês tem um DJ residente, que ajuda a criar um ambiente contemporâneo e descontraído, descontração essa que ganha mais um mote logo à entrada com o bar que convida a um cocktail ou a uma taça de champanhe.

Quando chegamos à sala de jantar, deparamo-nos com tecidos como o veludo, luzes baixas e até a roupa dos funcionários não foi deixada ao acaso: são vestidos pelo Private Tailoring do grupo e haverá também à disposição dos clientes as fragâncias disponíveis nas perfumarias.

Abriu em Lisboa um restaurante onde há burrata da entrada à sobremesa
Abriu em Lisboa um restaurante onde há burrata da entrada à sobremesa
Ver artigo

Mas falamos aqui de um restaurante e ainda nem chegamos ao mais importante — que o ambiente é bonito, mas não menos importante é o que nos chega à mesa.

Para criar o menu, Hugo Banha chamou o chef Vítor Sobral que uniu o que de melhor a gastronomia portuguesa tem — onde o bacalhau tem destaque, claro — com pratos internacionais, sempre com os melhores ingredientes — falamos aqui de caviar, foie gras e trufa, por exemplo.

Nas entradas, destaque para a salada de caranguejo do Alasca (21€), o ceviche de polvo (18,50€), o foie gras com figos secos confitados (24€), e os tão típicos pastéis de bacalhau (14,50€) ou, numa versão mais internacional, uma moqueca de línguas de bacalhau (16€)

Nos pratos principais, o bacalhau continua a reinar com cinco propostas: bacalhau fresco confitado com foie gras, trufa e puré de batata (25€); bacalhau no forno com lavagante, mandioca e coco (35€); tranche de bacalhau fresco com puré de espinafres (23,50€); bacalhau com todos (25€) e lombo de bacalhau com molho de caldeirada e batata doce (26€). Ainda nos pratos de mar, há ainda arroz de carabineiros (38€), polvo confitado (28€), camrão tigre grelhado (32€) e caril de camarão (29,50€)

Terra Nova. Abriu o novo restaurante em Lisboa que privilegia o bacalhau
Terra Nova. Abriu o novo restaurante em Lisboa que privilegia o bacalhau
Ver artigo

Nas carnes, não há hipótese. O destaque é mesmo para a rúbia galega grelhada depois de 45 dias de matruação, aqui servida com pickles de cogumelos, abóbora e beterraba (24€).

Nas sobremesas, nota-se mais uma vez o contraste entre Portugal e o mundo. De um lado uma clássica mousse de chocolate (6,50€), do outro um pudim de chá verde (7,50€). Mas há ainda gelado de nata fresca com pastel de nata (6,50€) e queijo amanteigado do Pico com mel trufado e amêndoas torradas (9,50€).

Veja aqui alguns destes pratos que já nos deixaram a salivar, assim como pormenores deste espaço cheio de glamour.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.