Se está sempre atento aos restaurantes novos que vão abrindo e tem um fraquinho pelos espaços da moda, é praticamente impossível que nunca tenha ouvido falar do Seen, o espaço de Olivier da Costa que, em Portugal, fica no rooftoop do Tivoli Avenida Liberdade, em Lisboa. E numa altura que o conceito celebra cinco anos (e a MAGG esteve na abertura lisboeta), as novidades sucedem-se com quatro aberturas em 2023 — e uma estreia em solo italiano.

Olivier da Costa chega assim a Itália, mais concretamente a Roma, já no próximo ano. É também em 2023 que abrem os restaurantes Seen de Nice, em França (que deverá ser o primeiro espaço a abrir portas no próximo ano), Tenerife, em Espanha, e Feira de Santana, no Brasil. Mas a verdade é que toda esta estratégia foi pensada ao detalhe desde 2017, ano em que abriu o primeiro Seen em São Paulo, no Brasil.

Passámos 24 horas em Paris com Olivier para conhecer o novo Yakuza. E foi do caraças
Passámos 24 horas em Paris com Olivier para conhecer o novo Yakuza. E foi do caraças
Ver artigo

"A abertura destas novas unidades do conceito Seen by Olivier é somente dar continuidade à estratégia de expansão internacional desta marca em parceria com o grupo [hoteleiro] Minor. No momento em que foi desenhada, já estava previsto que esta marca — com a primeira abertura a acontecer em São Paulo — abrisse outras unidades no resto do mundo e em outros hotéis do grupo", diz à MAGG Joel Pires, diretor comercial e de marketing do grupo Olivier, que garante que a marca não se vai ficar pelas aberturas já anunciadas. "No futuro, vai acontecer, garantidamente, em muitas outras cidades."

Seen
Vai poder provar estes pratos em Roma.

Mas com outros conceitos de sucesso — como o Yakuza, que foi o escolhido para a primeira internacionalização europeia, em Paris, ou o Guilty, que em breve abre também em Londres —, porquê o Seen para estas novas aberturas? "Esta é a marca do grupo com maior capacidade de internacionalização, a mais desejada a nível mundial, e obviamente que sempre que existe uma oportunidade em alguma das principais cidades mundiais onde existe um hotel do grupo Minor, podemos vir a abrir este conceito", explica Joel Pires.

No entanto, o Seen divide-se em dois ambientes distintos, e só pode esperar ver nascer um restaurante desta marca num rooftop ou beachclub. "É um conceito muito particular na sua localização, e só existe nestes dois ambientes. Se não existirem condições para ser um rooftop ou clube de praia, não iremos abrir. Já temos um beach club na Tailândia, vamos ter em Tenerife, em Espanha, todas as outras são em rooftops", acrescenta o diretor comercial e de marketing.

Seen
O beach club em Samui, Tailândia

Quanto a datas das aberturas, há apenas uma garantia: serão todas no próximo ano. "Vão acontecer em 2023, mas todas as obras estão a decorrer, logo estamos dependentes destes avanços e também das regras de cada país. Roma, por exemplo, é um edifício lindo, mas tudo demora o seu tempo. Mas serão todas em 2023, que será também o grande ano da marca Seen", conclui Joel Pires, que não deixa de salientar o orgulho no conceito Seen. "Há um caminho de sucesso que a marca percorreu nos últimos anos."

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.