Pensávamos nós que íamos aproveitar um grande fim de semana de sol no Algarve, e até saímos de Lisboa menos de 24 horas antes de se iniciarem as restrições de circulação na área de Lisboa e Vale do Tejo. Pois bem. O tempo não ajudou, a seleção nacional também não (já explicamos mais à frente), mas uma coisa é certa: o renovado Portobay Falésia não nos desiludiu.

Durante o confinamento, a unidade hoteleira situada em Olhos de Água (Albufeira) foi parcialmente remodelada. As 11 júnior suites (onde ficámos instalados) e o lobby foram remodelados, dando uma cara fresca a um hotel que já uma instituição daquela zona do barlavento algarvio.

O hotel de quatro estrelas é o ideal para um fim de semana a dois (confirma-se, havia mesmo muitos casais em clima de romance) ou para umas férias em família (também confirmámos, muitos pais com crianças) e é por esse cariz mais familiar que tem vários tipos de oferta, como alojamento com meia pensão ou mesmo pensão completa.

portobay falesia junior suite

À chegada à nossa júnior suite (uma das que foram renovadas, em tons pastel e da qual tínhamos uma vista absolutamente fabulosa, desde a piscina, que fica sobre o Barranco das Belharucas, até Vilamoura, avistando toda a língua de areia dourada da praia da Falésia), foi-nos entregue uma generosa bandeja de canapés e uma garrafa de champanhe. Se podíamos ter usado a garrafa para festejar a vitória de Portugal? Podíamos. Mas não aconteceu.

portobay falesia

O dia estava farrusco e, depois de um mergulho rápido na piscina exterior (que é, de facto, enorme e com imensas zonas para espreguiçadeiras, desde a relva até ao deck de madeira), decidimos experimentar o ginásio do hotel.

Crítica. Fomos conhecer o novo PortoBay Flores — e arrependemo-nos logo de levar o carro
Crítica. Fomos conhecer o novo PortoBay Flores — e arrependemo-nos logo de levar o carro
Ver artigo

Ficámos agradavelmente surpreendidos, embora este espaço (bem iluminado e com o equipamento essencial) padeça do mesmo mal que 99% das infraestruturas indoor criadas para a prática desportiva: não há um espaço condigno para fazer alongamentos, posturas de ioga ou pilates.

Como pessoa que abomina correr e fica zonza só de fazer cinco minutos na passadeira, fica aqui o meu sincero apelo: um cantinho decente para estender o tapete, com espaço suficiente para estender um braço ou uma perna sem esbarrar com espaldares, bolas de pilates, halteres ou com o vizinho do lado.

O Portobay Falésia tem dois restaurantes: o Madeira (no edifício principal) e o Falésia (à beira da piscina e com um deck com vista fabulosa sobre a praia). No Madeira, as refeições são estilo buffet e foi lá que jantámos e tomámos o pequeno-almoço.

pequeno almoço portobay falesia

E se, sobre o jantar, apenas podemos dizer que cumpre aquilo que é expectável de um quatro estrelas, o pequeno-almoço supera as expectativas, com uma variedade acima da média para este tipo de unidade hoteleira. Na extensa oferta de opções salgadas e doces, estava uma travessa repleta de pastéis de nata. Espreitámos a mesa ao nosso lado, e vimos um jovem alemão a mergulhar, deliciado, este ex-libris da pastelaria portuguesa numa chávena de café com leite.  #Orgulho.

E não podemos deixar de referir a simpatia e eficiência incríveis da equipa de sala. Que máquinas a orientar e a sentar hóspedes.

Calhou que o fim de semana que passámos no PortoBay Falésia coincidisse com o infame Portugal-Alemanha, que terminou com a pesada derrota da equipa das quinas. Nesse dia, e para que os nervos não se apoderassem de nós, aproveitámos a manhã para fazer uma aula de ioga (são grátis, basta aparecer à hora marcada) com o Francisco Pinto. A hora do jogo chegou e, no bar Búzios (onde foi rigorosamente cumprido o distanciamento social, havendo espaço suficiente entre as mesas para que toda a gente pudesse praguejar sem incomodar o vizinho) reuniram-se portugueses e alemães. Escusado será dizer quem se ficou a rir.

portobay falesia

Desencantados com a derrota (mal sabíamos nós o que iria acontecer depois frente à Bélgica), lá nos arrastámos para jantar no restaurante Falésia. E que boa surpresa que foi este jantar.

Pedimos uma dose de crostini de morcela com maçã, que vinha com uma quantidade generosa de chèvre (5,40€). Depois, um generoso e surpreendente lombo de bacalhau cozinhado a baixa temperatura que, além do fiel amigo, trazia uma deliciosa esmagada de grão com espinafre, pesto de coentros e farelo de broa de milho (18,50€). O frango do campo "cerejado", que reconfortou em quantidade e na forma caseira como foi cozinhado (18€) e, para finalizar, uma combinação que teve tão de inusitado como de delicioso: mil folhas de batata doce com amêndoa e gelado de baunilha (7€).

Ainda voltámos ao Falésia para um almoço leve, do qual destacamos uma deliciosa heresia: pastéis de bacalhau com molho tártaro (8,50€). E, que nos perdoem os puristas do bacalhau, esta combinação é demasiado boa para não ser referida. Vamos querer repetir.

portobay falesia

Apesar de estar numa das zonas mais densamente urbanizadas de Albufeira, o PortoBay Falésia ocupa um cantinho de tal forma construído que, o que se ouve mais é o silêncio e o rumor suave do mar. A vista é, de facto, o ex-líbris desta unidade hoteleira, além de oferecer num espaço acolhedor tudo o que necessário para um fim de semana (ou férias) descansado. Quando visitar o PortoBay Falésia, não pode deixar de se deitar numa das camas do miradouro e contemplar o por do sol. Vá por nós, vale mesmo a pena.

portobay falesia

O melhor

  • O restaurante Falésia
  • A vista do Falésia Lounge
  • A simpatia do staff
  • Aulas grátis de pilates e ioga

O que pode melhorar

  • O regime de pensão completa: não nos foi explicado na receção como funcionava e, à chegada ao restaurante Falésia, fomos "surpreendidos" com o pagamento da refeição. Afinal, os vouchers (escritos à mão?!) só dão 15% de desconto na refeição... e as bebidas nem sequer estão incluídas. Não será problema único do PortoBay Falésia, a hotelaria portuguesa é que ainda não apostou a sério nos regimes all inclusive;
  • A única alternativa ao leite de vaca era bebida vegetal de soja (sim, estamos a ser picuinhas, mas não custava muito haver outra alternativa, como arroz ou aveia);
  • Queremos acreditar que foi uma falha, mas não vimos ninguém durante o dia a desinfetar as espreguiçadeiras da piscina entre diferentes utilizações.

No mês de julho, os preços por quarto, com pequeno-almoço incluído, começam nos 250€ por noite (quarto standard) e podem ir até aos 330€ (quarto familiar, com capacidade para três pessoas). Consulte o site do hotel para mais informações sobre promoções e regimes de meia pensão e pensão completa.

* A MAGG ficou instalada a convite do PortoBay Falésia

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.