Se é daquelas pessoas que não dispensa uma boa história e que não fica descansada até descobrir a resposta de um caso criminal, este artigo é para si. Está na hora de se sentar confortavelmente no sofá, ligar nas plataformas de streaming e assistir a estes documentários sobre crimes reais.

Uma das nossas sugestões analisa um caso de uma família que aparentemente parecia ser feliz. Contudo, por vezes as aparências enganam e uma tragédia acabou por destruir essa família. Também pode ver uma história surreal de um homem que tenta desvendar o caso de homicídio da sua mãe.

5 documentários para ver no momento em que se assinalam os 20 anos do 11 de setembro
5 documentários para ver no momento em que se assinalam os 20 anos do 11 de setembro
Ver artigo

Não se preocupe que existem muito mais opções e que se encontram disponíveis nas plataformas de streaming Netflix e HBO. Para o ajudar nesta difícil tarefa, sugerimos-lhe seis documentários criminais de casos verídicos para ver num dia de descanso ou na companhia dos seus amigos.

"Homicídio nos EUA: Os Vizinhos do Lado" (Netflix)

Neste documentário, com uma duração de uma hora e vinte e três minutos, o foco está no desaparecimento de Shannan Watts e das suas filhas. Com recurso a imagens reais não editadas, vai ser possível assistir à análise dos acontecimentos trágicos desta família.

Shannan Watts gravava vários vídeos sobre o quotidiano da sua família para o Facebook. Contava com vários seguidores que acompanhavam a sua vida aparentemente feliz. Um pormenor interessante deste documentário é que, ao contrário da grande maioria deste tipo de conteúdo sobre crimes reais, não inclui entrevistas ou reconstituições.

"Cena do Crime - Mistério e Morte no Hotel Cecil" (Netflix)

Um documentário composto por quatro episódios e com uma duração aproximadamente de uma hora. Nesta minissérie assistimos a uma história sinistra e surreal que marcou o Hotel Cecil, em Los Angeles, nos EUA.

Voltamos atrás no tempo, mais concretamente a 2013, quando surgiu o caso de Elisa Lam, uma estudante canadiana que desapareceu de forma misteriosa enquanto esteve hospedada no alojamento. Após o alerta de desaparecimento, o corpo da jovem de 21 anos foi encontrado num tanque do hotel.

Esta minissérie analisa os meandros obscuros do crime e a reputação do Hotel Cecil afundou-se por completo com este trágico acontecimento.

"Night Stalker: Caça a um assassino em série" (Netflix)

Por detrás do glamour de Los Angeles de 1985 esconde-se um aterrador assassino em série. Esta minissérie conta com quatro episódios com uma duração aproximadamente de cinquenta minutos. Acompanhamos a história do Night Stalker, um indivíduo que aterrorizou Los Angeles nos anos 80 e que integra um grupo restrito de serial killers como Ted Bundy, Charles Manson ou o Assassino do Zodíaco.

Neste documentário é importante referir o pormenor de não ser apenas focado no criminoso, mas também dar destaque aos polícias que estiveram na investigação, Frank Salerno e Gil Carrillo.

"Murder on Middle Beach" (HBO)

Desenvolvida por Madison Hamburg, esta minissérie conta a história do próprio realizador, que tenta entender e resolver o mistério que envolve o homicídio da sua mãe, Barbara Hamburg, que ocorreu em 2010. Ao longo dos quatro episódios assistimos a uma luta interna de Madison que tenta, a todo o custo e com sucesso, mostrar todas as vertentes da investigação e procurar respostas em relação ao crime.

Barbara Hamburg foi assassinada à porta da sua casa e o corpo foi encontrado pela irmã e pela sobrinha. Com imparcialidade e de forma bastante competente, esta minissérie vai o levar numa viagem à volta da investigação repleta de suspeitas e falta de confiança.

"Who Killed Garrett Phillips?" (HBO)

Está dividido em duas partes e analisa o julgamento de Nick Hillary pelo homicídio de Garrett Phillips, uma criança de 12 anos. É uma história marcada pela culpa ou inocência, examina e narra os anos seguintes do terrível acontecimento.

Neste documentário são apresentadas imagens do julgamento do técnico de futebol e padrasto da criança, Oral "Nick" Hillary, que afirma ser inocente desde o primeiro momento. Este caso acabou por levantar questões de preconceito na vila de Potsdam, em Nova Iorque.

"I Love You, Now Die" (HBO)

Realizado por Erin Lee Carr, este documentário explora a relação amorosa de Michelle Carter e Conrad Roy. Este caso apresenta uma história bizarra de uma jovem que foi acusada de coagir o namorado a cometer o suicídio através de mensagens. O crime ocorreu a 13 de julho de 2014, em que Conrad Roy foi encontrado morto dentro do carro num parque de estacionamento.

Apesar de serem namorados, Michelle e Conrad mantinham uma relação sobretudo virtual e posto isto, através deste documentário, conseguimos perceber a grande influência que o mundo digital tem na vida dos jovens de hoje em dia.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.