Um filme da Marvel e outro que faz parte do universo de "Sozinho em Casa". Estas são apenas duas das novidades que foram adicionadas esta sexta-feira, 12 de novembro, ao catálogo da Disney+ no momento em que a empresa celebrou os dois anos de lançamento da sua plataforma de streaming. Depois de se ter estreado nos cinemas em setembro, "Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis", um dos mais recentes filmes do universo cinematográfico da Marvel, está agora disponível para todos os subscritores sem qualquer custo adicional associado.

Além disso, pode ainda ver uma série original protagonizada por Olaf, o boneco de neve fofinho de "Frozen", que aqui se compromete a dar uma nova vida a algumas das histórias clássicas da Disney.

"A Todos Um Bom Natal". O novo filme natalício da Netflix com caos, tensão e muita comédia
"A Todos Um Bom Natal". O novo filme natalício da Netflix com caos, tensão e muita comédia
Ver artigo

Se quiser uma série nova, e com elenco de luxo, recomendamos "Dopesick", que junta Michael Keaton e Peter Sarsgaard no elenco. Resumindo? Há muita coisa nova para ver.

E o melhor? É que, ainda em jeito de celebração, todos os que já tiverem tido uma subscrição da Disney+, mas que entretanto tenham cancelado, podem voltar a aderir por apenas 1,99€. A promoção, válida também para novos subscritores, vai estar disponível até domingo, 14 de novembro. Depois do primeiro mês a 1,99€, o mês seguinte custará o valor habitual de 8,99€ mensais.

Mostramos-lhe tudo o que chegou à Disney+ e que pode começar já a ver.

"Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis"

Um dos filmes mais recentes da Marvel, e do Universo Cinematográfico que a empresa começou a criar em meados de 200, chega à Disney+ depois da estreia, em setembro, nos cinemas.

Nesta história, que mistura inúmeros efeitos especiais, pancada e fantasia, o foco está na figura de Schang-chi que é obrigado a lidar com o passado que achava ter ficado resolvido há vários anos. No entanto, e porque a história precisa que isso aconteça, nada é o que parece.

A reviravolta, claro, acontece quando tudo isso é mandado ao lixo logo no início do filme e o herói da história vê-se obrigado a confrontar uma organização misteriosa de intenções dúbias.

É um dos filmes da Marvel mais bem avaliados pela crítica internacional.

O protagonista é interpretado por Simu Liu.

"Jungle Cruise: A Maldição dos Confins da Selva"

Neste filme, Dwayne Johnson e Emily Blunt são os protagonistas que acompanhamos do início ao fim.

Baseado numa das atrações do parque temático da Disneyland em que um barco leva os viajantes a atravessar uma selva repleta de perigos, inclusive seres sobrenaturais, "Jungle Cruise — A Maldição nos Confins da Selva" tem aventura, comédia e ação de sobra.

Neste filme, o foco esta nas duas personagens que, a abordo de um velho barco, decidem ir à descoberta de uma árvore especial que promete, se encontrada, mudar para sempre a forma de se praticar medicina no mundo.

Até chegarem a ela, no entanto, os perigos são vários.

Do novo "Matrix" a "Casa Gucci", 14 grandes filmes que chegam a Portugal até ao fim do ano
Do novo "Matrix" a "Casa Gucci", 14 grandes filmes que chegam a Portugal até ao fim do ano
Ver artigo

"Sozinho em Lar Doce Lar"

Cerca de 31 anos depois da estreia do primeiro filme, o universo de "Sozinho em Casa" está de regresso e mesmo a tempo do Natal.

"Sozinho em Lar Doce Lar" é o nome do novo filme que repete a fórmula do filme original. Um miúdo fica sozinho em casa depois de a família partir de férias para o Japão durante as festividades natalícias.

Apesar de desenrascado, esta criança (interpretada por Archie Yates) vê-se a braços com o facto de estar absolutamente sozinha em casa e de ter dois ladrões à perna. Ainda que repescando uma fórmula de sucesso, o filme promete uma abordagem contemporânea com o mesmo grau de diversão.

"Olaf Apresenta"

O Olaf, o boneco de neve fofinho que gosta de abraços calorosos, está de volta nesta nova série da Disney+.

Nesta história, a figura passa de personagem secundária para principal ao vestir a pele de realizador, ator e produtor para interpretar algumas das histórias mais populares do universo Disney — como a do "Rei Leão" ou a da "Pequena Sereia".

O resultado é uma série de episódios com boa disposição, alegria e muita comédia.

"Ciao Alberto"

Esta é para os fãs de "Luca", o filme fofinho e adorável da Pixar que se estreou em junho na Disney+.

Nesta nova história, uma curta de animação, o foco está em Alberto, a personagem hilariante que se apropria de frases que foi ouvindo ao longo da sua vida e as usa em contextos absolutamente aleatórios (como a popular "Silenzio, Bruno" tão bem exemplifica ao longo do filme).

Em "Ciao Alberto", acompanhamos a personagem à medida que se habitua, pela primeira vez, a uma vida familiar depois de anos na marginalidade devido a um segredo com um peso tremendo.

À semelhança do que aconteceu no filme original, Jack Dylan Grazer regressa para dar voz à personagem nesta nova produção.

"Dopesick"

A próxima grande série a fazer parte do catálogo da empresa de streaming tem Michael Keaton no papel principal. Em "Dopesick", o foco está na problemática da adição aos opiáceos nos EUA.

A série localiza-nos na década de 80 quando uma empresa farmacêutica decidiu vender (e promover) o opiáceo Oxycontin como sendo um composto impossível de se ganhar vício e, portanto, passível de ser receitado com facilidade. Estima-se que tenham morrido cerca de 500 mil pessoas com este medicamento.

Baseado em factos reais, a história conta ainda com Peter Sarsgaard e Michael Stuhlbarg no elenco.

“Os Simpsons em Plusaniversário”

Fãs de "Os Simpsons", vem aí uma curta metragem com os bonecos amarelos mais fofinhos da televisão.

Tal como o nome indica, a produção vai mostrar as personagens a preparar uma enorme festa de celebração de aniversário da Disney+ para a qual estão todos convidados. A única exceção? Homer Simpson que, apesar disso, fará de tudo para estar presente.

Sabe o que isto significa, certo? Caos e comédia. Como "Os Simpsons" nos habituaram ao longo de todos estes anos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.