O primeiro confinamento geral não nos deixava especular sobre o que aí vinha. De repente, o mundo fechou e a vida suspendeu-se. O tempo livre passava-se na varanda de casa e as noites eram animadas, não só por valentes salvas de palmas aos profissionais de saúde, como pelos diretos de Bruno Nogueira no Instagram, aos quais se veio a dar o nome de "Como é que o Bicho Mexe". Tudo isto depois de corridas frenéticas ao supermercado, que deixavam assistir  à bizarra trend do açambarcamento de papel higiénico. Ficará para a história.

Confinamento deve começar na quarta-feira. Restaurantes e comércio de portas fechadas
Confinamento deve começar na quarta-feira. Restaurantes e comércio de portas fechadas
Ver artigo

Desta vez já não vamos ao desconhecido. Como consequência da enorme subida dos números de infetados por COVID-19, a partir do final desta semana, deverá arrancar um novo confinamento geral, cujas regras, apesar de ainda não terem sido anunciadas pelo governo, em muito serão semelhantes às de março. Já sabemos o que nos espera: ruas vazias, lojas, museus, restaurantes fechados, muito tempo passado em casa.

Não se deixe hipnotizar pelas plataformas de streaming e aproveite o espírito caseiro para pôr a leitura em dia. Há mesmo muito por onde escolher: de livros de memórias, a biografias ou livros de ficção, de Jerry Seinfeld, a Isabel Allende, Elena Ferrante ou Miguel Esteves Cardoso, inspire-se nesta lista de leitura e aguarde o regresso à relativa normalidade na companhia destas histórias. 

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.