A mais recente campanha da IKEA, "O design é para ser vivido", foi para o ar esta segunda-feira, 10 de maio, e não podia transmitir melhor a visão da marca que, na elaboração de todos os seus artigos, tem em conta cinco pontos chave: a funcionalidade, a estética, a qualidade, a sustentabilidade e um preço acessível.

Helena Gouveia, diretora de marketing da IKEA Portugal, explica à MAGG que, após um estudo global feito no mercado, se verificou que 58% dos portugueses sentiu vontade de fazer alguma mudança em casa — um número superior quando comparado com a média global (47%).

Das loiças às cadeiras de bambu. 20 novidades de decoração da IKEA (a partir de 3,50€)
Das loiças às cadeiras de bambu. 20 novidades de decoração da IKEA (a partir de 3,50€)
Ver artigo

"Fez-nos muito sentido renovar quase os votos desta forma de trabalhar e comunicá-lo com uma campanha 360º porque, mais do que nunca, e face ao contexto de pandemia, sabemos que os portugueses em particular têm grande vontade em renovar a sua casa. Têm muitas preocupações com a área da sustentabilidade e a qualidade dos seus produtos e sabemos também que os portugueses têm dos rendimentos mais baixos da Europa. Assim, nasceu a campanha que tivemos o prazer de desenvolver juntamente com a equipa da Suécia da IKEA global", esclarece a profissional de marketing.

Helena Gouveia considera que cabe à empresa são só oferecer novidades, mas também soluções que correspondam aos ideais que a marca defende desde há 76 anos: produtos que podem e devem ser verdadeiramente usufruídos pelas pessoas, em todas as suas funcionalidades. Mais do que criar artigos bonitos, o objetivo é sempre que estes sejam destinados a "ser vividos em casas" que não são galerias de arte e que não têm de estar sempre impecáveis (um tipo de design ao qual dão o nome de democrático).

"A base do briefing de todos os nossos produtos passa pelas cincos dimensões e se não as cumprir não passa, ou seja,  não desenvolvemos  o artigo. Obviamente que existem produtos heróis que, pelo facto da história ser tão rica em cada uma das dimensões, merecem ser destacados. Por isso, desenvolvemos esta campanha reforçando estes quatro heróis", explica ainda a diretora de marketing portuguesa.

Assim, devido à  funcionalidade, estética, qualidade, aposta em produtos mais sustentáveis e preço acessível, a campanha destaca essencialmente quatro produtos como sendo os que os portugueses mais procuram:  a mesa burvik (19,99€), cadeira froset (79€), o candeeiro navlinge (12€) e o tapete Stockholm (a partir de 159€).

Comfy Picnic. Os piqueniques de luxo para juntar amigos ou até para um pedido de casamento
Comfy Picnic. Os piqueniques de luxo para juntar amigos ou até para um pedido de casamento
Ver artigo

"Estes produtos são icónicos na medida em que oferecem um design irrepreensível, que poderia estar numa galeria de arte, e são os produtos que noutra loja e noutra marca teriam um preço dez vezes superior", afirma.

"Um tapete que é feito à mão, que tem esse lado sustentável e o cuidado na escolha das tintas com que são tingidas as lãs, e que tem toda uma história de responsabilidade social por trás, tem de ser elevado porque de facto é incomparável com outros no mercado devido ao preço. E é este exemplo de artigos que queremos elevar na campanha", continua.

Mikael Axelsson, designer da IKEA, explica ainda em conferência de imprensa que a mesa burvik, por exemplo, foi pensada para que fosse útil e tivesse várias funcionalidades dentro de uma casa. Quando questionado sobre onde vai buscar tanta criatividade, Mikael responde que o segredo está no trabalho em equipa e não olhar a modas específicas, mas a necessidades reais.

Esta mesa é, segundo Helena Gouveia, o exemplo de versatilidade. "Pode ser aquilo que o consumidor quiser: uma mesa, um tabuleiro ou usada pelas crianças para pôr os brinquedos. O peso da mesa foi pensado também de uma forma estratégica para que seja fácil de transportar."

A pensar em todos os que estão fartos de comprar artigos que não vão ao encontro das verdadeiras necessidades, a MAGG deixa algumas sugestões.

Percorra a galeria e descubra 10 artigos ideais para ter em casa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.