Com as temperaturas a subirem, aproxima-se o momento de voltar a tirar o guarda sol do armário. E como está este objeto que lhe garante sombra na praia? Há quantos anos cumpre essa missão? Talvez já esteja na hora da reforma, devido a muito uso, ou por já ser considerado obsoleto, com todas as belas modernices que já existem.

O calor está aí à porta, pelo que a altura para apostar num novo chapéu de sol é agora. Em vez de comprar um novo verão sim, verão não, gastando pequenas quantias de dinheiro que, juntas, se tornam grandes, porque não investir num guarda-sol de qualidade?

Estamos rendidos aos novos biquínis de edição limitada da Calzedonia (com vibe de Bond girl)
Estamos rendidos aos novos biquínis de edição limitada da Calzedonia (com vibe de Bond girl)
Ver artigo

É essa a proposta de Pedro Nobre e Joana Carreira, fundadores da marca. Em 2021, o casal, que trabalha para a L'Oréal, utilizou o tempo a mais que tinha em mãos durante o confinamento para criar a Sombra & Co. Apaixonados pelo verão, o sol e o mar, foram viver para uma casa a dez minutos a pé da praia. Combinaram, entre si, utilizar as pausas do almoço para sair um pouco do home-office e dirigir-se à praia. No entanto, chegavam lá na hora de maior sol e calor e sentiam-se desprotegidos.

Não tinham nem conheciam um guarda-sol que fosse suficientemente grande para garantir a sombra necessária, que fosse de qualidade para durar e resistir a condições meteorológicas mais adversas e, claro, que fosse também esteticamente apelativo. Fazia ainda falta uma marca portuguesa que disponibilizasse outros artigos úteis, bons e a condizer, como cadeiras de praia.

Foi desta lacuna que nasceu a Sombra & Co, que pretende revolucionar o seu verão com os seus chapéus de sol de dois metros de altura. Estes artigos garantem-lhe 1,90m de sombra — e essa nem é a melhor parte. Além de terem um fator de proteção UV contra os raios solares de 50+, estão cada vez mais amigos do ambiente.

De que forma? Os produtos da nova coleção da Sombra & Co são feitos de garrafas de plástico recicladas, objeto que muitas vezes acaba no mar. Em comparação com a produção da maior parte dos chapéus de sol, reduzem as emissões de dióxido de carbono em quase 70%. Protegem também os oceanos, porque, com o tecido que utilizam, gastam 90% menos água do que o normal.

A nova coleção, para o verão de 2022, chama-se Summer Stories. Desta vez, os guarda sóis vêm aprimorados, sendo que já contêm um sistema de ajuste para a altura do chapéu. As cores novas e o estilo vintage (graças às franjas de algodão orgânico) vêm embelezar as praias de norte a sul do país.

Conheça a nova coleção da Sombra & Co

Estes chapéus de sol prometem ser ultra resistentes (as varetas em fibra de vidro contribuem para tal) para que possa ter um consumo consciente, de qualidade e com durabilidade garantida. Cada um custa 150 euros e podem ser adquiridos no site da marca. Vêm ainda com um saco para facilitar o transporte, que, sendo da mesma cor do produto, permite-lhe manter o estilo. Com este conforto assegurado, vai poder fugir aos escaldões e ao calor abrasador.

O nome de cada modelo advém das praias favoritas do casal, sendo as eleitas para esta nova coleção Porto Covo, Gigi e Melides. Além dos chapéus de sol (disponíveis em salmão, azul e branco), há também corta-ventos e cadeiras em pré-reserva. 

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.