Que a moda Y2K [dos anos 2000] estava de volta já sabíamos. Que era só uma questão de tempo até todas as lojas seguirem a tendência também. Agora, foi a vez de a Zara entrar neste barco com uma nova coleção. Mas se escondessem as etiquetas e nos perguntassem de que marca são as peças, associaríamos a qualquer uma, menos ao Santo Graal da Inditex.

A Zara lançou a coleção Y2K Creatures, uma combinação de "moda de vanguarda e fantasia", avança em comunicado, acrescentando que foi "dedicada a desenhar e a imaginar o que se encontra para além dos limites" – e levou essa premissa demasiado à letra. É que as novas peças extrapolaram completamente a barreira mais clássica, minimalista e intemporal a que a Zara habituou os seus fãs. 

Antes de mostrarmos a coleção, importa saber como foi concebida. Os vários designs foram, em primeiro lugar, criados dentro de uma aplicação e só depois se materializaram (e, desta vez, até os modelos da marca são figuras digitais). É a união dos mundos real e digital, que está cada vez mais forte, com o crescimento da indústria da moda no metaverso.

Lingerie, zona dedicada a sapatos e tecnologia por todo o lado. Já fomos à renovada Zara do Porto (e não estamos a saber lidar)
Lingerie, zona dedicada a sapatos e tecnologia por todo o lado. Já fomos à renovada Zara do Porto (e não estamos a saber lidar)
Ver artigo

Já não é a primeira vez que a Zara leva a cabo experiências no metaverso. Assim, a par das coleções anteriores, "existem acessórios digitais exclusivos apenas disponíveis na app Zepeto, tais como um wallpaper, uma photobooth, diferentes estilos de penteados e quatro estilos para as unhas, que visam proporcionar a máxima personalização", refere a marca.

Além disso, as peças tiveram como inspiração a nova criatura digital da Zara, um dragão cor-de-rosa. A coleção é composta por 10 peças e vai desde a excentricidade de um par de calças flare com penas às sweatshirts coloridas. Para complementar os looks, a marca criou ainda uma seleção de acessórios, entre os quais estão um anel em forma de coração e uma inusitada mala em forma de dragão, que custa 50€.

Disponível em lojas selecionadas desde a passada quinta-feira, dia 22 de setembro, esta nova aposta da Zara só nos faz pensar numa coisa: seria perfeita para as tão conhecidas Harajuku Girls [adolescentes e mulheres jovens fazem compras perto da estação de Harajuku, em Tóquio, conhecidas pelo seu estilo irreverente]. Não acredita? Tire as suas próprias conclusões.

Veja a fotogaleria.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.