Chama-se Sofia Jirau, tem 24 anos, e fez história ao tornar-se a primeira modelo com síndrome de Down a aparecer numa campanha da Victoria’s Secret.

Após polémica, Victoria's Secret troca "anjos" por mulheres reais. Saiba quem são
Após polémica, Victoria's Secret troca "anjos" por mulheres reais. Saiba quem são
Ver artigo

A jovem porto-riquenha integra a campanha com mais 17 mulheres para promover a coleção Love Cloud, que a marca de lingerie norte-americana espera que "reforce o seu compromisso em acolher e celebrar todas as mulheres", pode ler-se num comunicado citado pela CNN Portugal.

Sofia Jirau não podia estar mais feliz com esta participação. "Um dia sonhei, trabalhei e hoje o sonho torna-se realidade. Posso finalmente partilhar o meu grande segredo. Sou a primeira modelo com síndrome de Down da Victoria’s Secret", escreveu a modelo de 24 anos numa publicação partilhada na rede social Instagram.

"Obrigada a todos os que sempre apoiaram os meus projetos. Obrigada à Victoria’s Secret por ver em mim uma modelo… e fazerem de mim parte da campanha de inclusão Love Cloud Collection. Isto é apenas o começo", disse ainda.

Sofia Jirau junta-se a uma campanha que conta com modelos profissionais e não-profissionais, de várias etnias, tamanhos e idades. Valentina Sampaio, que se tornou na primeira modelo transgénero da marca em 2019, também faz parte da campanha.

Love Cloud faz parte de um conjunto de tentativas da Victoria’s Secret para reformular a sua imagem, muito marcada pela sensualidade que cultivou durante décadas. Após várias críticas à falta de representatividade, a marca anunciou no verão passado que se iria focar em criar lingerie para todas as mulheres, deixando "Os Anjos" – nome dado às modelos da marca – de lado.

Entre 2019 e 2021, a marca foi obrigada a readaptar-se. Em setembro de 2019, Rihanna, que em 2012 desfilou para a marca com um soutien desportivo, vinha a público dizer ter zero interesse nas modelos magras da Victoria's Secret.

Em fevereiro de 2020, passou a conhecer-se o clima de bullying e de assédio sexual a que muitas modelos da Victoria's Secret, a marca que ajudou a definir a feminilidade para milhões de mulheres, se viam sujeitas nos bastidores dos desfiles. Devido às polémicas, o último desfile da Victoria's Secret aconteceu em 2018.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.