Aos poucos vamos regressando à vida normal, mas a verdade é que a pandemia da COVID-19, que nos assombra há mais de um ano, deixou sequelas na vida de muitos portugueses e de milhões de pessoas espalhadas pelo mundo. Em Portugal, 787 mil pessoas já recuperaram da doença, mas a verdade é que muitas ficaram com sequelas que as impedem de fazer o dia a dia de forma normal.

Todos sabemos a importância que o exercício físico e um estilo de vida saudável têm para a nossa saúde e por isso foram muitos os que já regressaram aos ginásios que abriram no passado dia 5 de abril. Ainda assim, nem todos regressaram na sua melhor forma.

Ginásios voltam a abrir e garantem cumprir todas as normas. "Somos essenciais para a população"
Ginásios voltam a abrir e garantem cumprir todas as normas. "Somos essenciais para a população"
Ver artigo

"Temos vários pessoas, até sócios, que estão a fazer personal trainer, tanto em piscina como em ginásio, e que realmente sofreram de COVID-19 e têm algumas sequelas. Nós percebemos que há um público que precisa de mais do que apenas umas aulas ou de ir treinar sozinho, precisa de um acompanhamento mais personalizado.", explica Soraia Peixoto, assistente de marketing e comunicação do Holmes Place, à MAGG.

A pensar em todos os que sofrem com as mazelas da COVID-19, a marca com mais de 40 anos de existência acaba de criar um programa de reabilitação que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida destas pessoas. Segundo a cadeia de ginásios, o programa segue diretrizes nacionais e internacionais, provenientes de estudos realizados pela universidade de Harvard, o instituto Karolinska ou o laboratório Novartis. E alia três áreas centrais: fisioterapia, nutrição e serviço de personal training.

Este serviço, adaptado às necessidade de cada cliente, permite realizar um rastreio personalizado e estruturar um programa com base nas prioridades diagnosticadas. Cada pessoa terá acompanhada constante ao nível cardiorrespiratório e muscular, e todos os meses é feita uma avaliação pela equipa especializada do Holmes Place que trabalha sob orientação de uma médica. 

O serviço de fisioterapia tem como objetivo capacitar o corpo para retomar as atividade quotidianas de uma forma mais eficaz; a nutrição pretende reforçar os hábitos alimentares, assegurando as necessidades nutricionais de cada pessoa; e o serviço de personal training fica encarregue da elaboração de um plano de treino para reforçar o sistema imunitário, respiratório, cardiovascular e neurológico.

Para se inscrever neste programa basta dirigir-se a qualquer um dos 21 clubes espalhados de Norte a Sul do País ou pode ainda fazê-lo através do site . O programa especial de reabilitação COVID-19 tem o custo de 269€ por mês, engloba a mensalidade de sócio e dá acesso a todas as oferta do ginásio, incluindo a piscina.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.