Após terem sido obrigados a fechar devido ao segundo confinamento, a reabertura dos ginásios está agora marcada para a próxima segunda-feira, 5 de abril. Foram muitos os estabelecimentos que se adaptaram durante este período, realizando aulas online e mantendo um acompanhamento que, como a maioria dos profissionais descreve, nunca será igual ao presencial.

As condições são bastante restritas para que sejam cumpridas todas as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS), de modo a evitar a propagação do vírus da COVID-19. Durante cerca de um mês, não serão permitidas aulas de grupo e as pessoas só se podem juntar até um máximo de quatro para realizar a prática desportiva ao ar livre.

Move HIIT Class. O que é, quanto custa e como se pode inscrever na nova plataforma de treinos online
Move HIIT Class. O que é, quanto custa e como se pode inscrever na nova plataforma de treinos online
Ver artigo

José Carlos Reis, presidente da Portugal Ativo/AGAP (Associação de Empresas de Ginásios e Academias de Portugal), considera que esta é uma atividade essencial para a população e lamenta que não tenha até aberto há mais tempo. "Por um lado estamos contentes por reabrirmos no dia 5 de abril, mas desiludidos por não podermos abrir com as aulas de grupo. Há muitas pessoas que vão aos ginásios só fazer aulas de grupo e muitos não devem retomar por este motivo. Acho que nós somos essenciais para a população porque contribuímos para o bem-estar físico e emocional das pessoas", diz em entrevista à MAGG.

José Carlos Reis garante que os ginásios são locais seguros e que o que será feito é dar continuidade ao trabalho de higiene e segurança que já estava em vigor antes do fecho. "Nos ginásios não há casos de surtos de COVID-19. Temos demonstrado que a taxa de transmissibilidade do vírus em ginásio é muito baixa (0,3%)", refere.

Segundo o presidente da AGAP, as aulas de grupo são tão ou mais seguras do que o uso de equipamentos individual já que em todos os ginásios os espaços estão sempre assinalados com a distância a manter entre pessoas. "No ginásio é obrigatório a utilização de máscara nas áreas circulantes, só não é obrigatório quando se está a fazer exercício físico", explica.

A MAGG falou com algumas as principais cadeias desta área e a boa notícia é que todas fizeram os possíveis e impossíveis para reabrir com o máximo de oferta, mantendo a segurança.

Holmes Place

Esta segunda-feira, o Holmes Place prepara-se para reabrir os 21 clubes espalhados pelo País, respeitando todas as regras impostas pela DGS. O facto da maioria dos clubes ter várias áreas e espaços amplos, faz com que seja sempre possível manter o distanciamento físico de três metros entre as pessoas. "Vamos manter todas as regras que já tínhamos, reforçando algumas em termos de sinalética também", explica Soraia Peixoto, assistente de comunicação do Holmes Place, à MAGG.

A piscina irá também reabrir para uso individual sendo que, tanto para dar uma braçadas, como para ter acesso às outras instalações, deverá realizar a sua marcação através da aplicação do Holmes Place ou por telefone, ligando para o clube em específico. Soraia explica ainda que, nos clubes com espaço exterior, serão realizadas aulas com grupos até quatro pessoas — o número permitido pelo governo. "Vamos disponibilizar um mapa de aulas de grupo exclusivamente para outdoor e as pessoas podem também fazer a marcação nos mesmo moldes", esclarece a responsável de comunicação.

A partir deste mês, o Holmes Place terá também uma campanha em vigor para novos sócios que inclui a oferta de dois meses, mais a inscrição. O objetivo é que qualquer pessoa possa conhecer as instalações, os profissionais e perceber se gosta do conceito. Para se inscrever, basta inserir os dados no site e será depois contactado por um profissional.

Estas são as quatro novas Fit Girls portuguesas da "Women's Health". Saiba quem são e quais os seus hábitos
Estas são as quatro novas Fit Girls portuguesas da "Women's Health". Saiba quem são e quais os seus hábitos
Ver artigo

Soraia salienta que "o feedback dos sócios sempre foi excelente" e que, até durante o confinamento, foram recebendo várias mensagens de apoio dos clientes. "Quanto ao regresso, estamos muito otimistas porque temos recebido feedback de pessoas que continuaram a manter as suas rotinas ativas em casa, mas que estão desejosas de voltar."

A socialização é também, segundo a profissional, a parte de que os clientes sentem mais falta. "Verem pessoas que partilham dos mesmos gostos e serem também acompanhadas por profissionais, porque, às vezes, sentem essa falta que está também ligada com a motivação e o foco", remata.

Circle

O Circle fica em Lisboa, perto do El Corte Inglés, e distingue-se por ser um ginásio que procura o equilíbrio perfeito entre o corpo e mente — algo a que a maioria dos portugueses passou a dar valor nos últimos tempos. O espaço reabre esta segunda-feira, garantindo todas as normas de segurança e com alternativas às aulas de grupo que tanto o define.

"O conceito do Circle é expandir qualidade de vida e arranjar práticas do exercício físico que aumentem o potencial humano. A nossa ótica é redefinir o fitness em Portugal. Em vez de nos focarmos no padrão estético de beleza, focamo-nos em aumentar a capacidade física das pessoas, dando-lhes ferramentas e fazendo também com que se tornem mais saudáveis, criando hábitos e rotinas melhores", começa por explicar à MAGG Noor Palma, fundadora e diretora geral do espaço.

Ioga, pilates, jungle — aula com o peso do corpo e muito contacto com o chão — aulas de força e alta intensidade fazem parte do leque de oferta. Além da plataforma Prama, todos os equipamentos deste ginásio vão ao encontro do mesmo objetivo –  a estimulação das capacidades motoras por inteiro, sempre na ótica de otimização do movimento, para contribuir para o bem-estar geral das pessoas.

Quer perder peso de forma saudável? "Chama a Sofia" para ajudar
Quer perder peso de forma saudável? "Chama a Sofia" para ajudar
Ver artigo

"O Circle é muito baseado em aulas de grupo. Tendo em conta que não é possível fazer aulas de grupo, nós vamos abrir todos os estúdios para as pessoas treinarem sozinhas. Vamos também abrir sessões de coach, o que significa que, em determinadas horas, teremos instrutores a orientar e dinamizar o treino. Não é personal trainer, mas é uma sessão orientada para que as pessoas não estejam a treinar sozinhas", explica Noor.

Durante o mês de abril, o Circle está ainda com uma campanha exclusiva. Pelo preço de 150€, tem acesso ilimitado a todas as vertentes do ginásios, à inscrição, avaliação do movimento e ainda duas sessões com personal trainer.

Go Fit

O Go Fit atua na área de Lisboa em dois espaços distintos, nos Olivais e no Campo Grande. Rita Miguel, coordenadora da experiência do cliente, refere à MAGG que está tudo a postos para voltar a receber os atletas no próximo dia 5 de abril. "Vamos abrir com todas as valências que nos permitem. Sala fitness, utilização livre da piscina,  solário natural e também com aulas de grupo. A diferença é que todas as aulas de grupo serão outdoor", começa por explicar.

Nos Olivais, o clube localiza-se perto de uma zona exterior espaçosa, onde poderão ser dadas aulas com grupos até quatro pessoas, mantendo o distanciamento necessário. Além de todas as atividades que o ginásio já tinha disponíveis, e das que é possível continuar a ter, irão lançar também com uma novidade — o silence fitness.

Como funciona esta nova modalidade? Rita explica que a ideia é que as pessoas consigam, através de uns fones, ouvir a música bem como as instruções dos professores, sem incomodar quem se encontra nas restantes zonas do parque, nem os vizinhos.

As escolas de natação voltam também a funcionar, juntamente com a utilização livre da piscina que requer reserva prévia. Para aceder às aulas de grupo, terá também de reservar o seu lugar. "No ginásio não é preciso porque é muito grande e nunca chega a estar com a lotação máxima", explica Rita.

Para começar, o Go Fit terá também uma campanha que oferece a inscrição a todos os clientes. Durante o período em que estiveram encerrados, nenhum sócio pagou mensalidade e o clube disponibilizou aulas online que estiveram acessíveis a qualquer pessoa. De momento, o que o Go Fit pretende é voltar a fazer os sócios felizes.

"Daremos alternativas a todas as pessoas que estão habituadas a fazer aulas, para que não deixem de ir por esse motivo. As nossas aulas de grupo no exterior vão ser em loop, de 30 em 30 minutos, durante o dia todo, para que todos possam usufruir consoante a disponibilidade horária."

Rita afirma que sente que as pessoas estão desejosas para regressar aos ginásios. "Já temos, à vontade, 40 pessoas novas para se inscrever e todos os sócios dizem que estão ansiosos para voltar. Claro que há muitas pessoas que também se estão a organizar financeiramente para voltar, mas, de um modo geral, todo o feedback que temos recebido é muito positivo."

Mega Craque

O clube português mais antigo do País prepara-se também para reabrir portas esta segunda-feira. O Mega Craque  fica em Telheiras e é aquilo que Carlos Arnaut, diretor do clube, define como um espaço de grandes dimensões, mas com espírito bairrista. Sete estúdios interiores dividem este clube que tem ainda disponível campos de ténis e de basquete.

Na reabertura será assegurado o distanciamento entre todos os atletas, já que o Mega Craque associou a lotação máxima ao número de pessoas que pode receber tento em conta o distanciamento mínimo de três metros. No chão, estão marcadas todas as distâncias, mas, tendo em conta que o ginásio se divide em vários departamentos — sala de musculação, cárdeo, peso livre, ente outras —, todos têm também uma lotação especifica que é definida por um torniquete. "O sistema informático regula automaticamente todos os acessos. Ou seja, as pessoas sabem previamente quando, e se, podem entrar ou não", explica Carlos à MAGG.

As aulas de grupo não vão ainda entrar em funcionamento, mas, tal como tem acontecido até aqui, todos os atletas continuam a ter acesso a aulas online. Em direto, há um profissional todos os dias a acompanhar o treino que poderá continuar a ser feito em casa por todos os  que assim preferirem ou não se puderem dirigir ao clube.

No Mega Craque os sócios têm também acesso a acompanhamento nutricional que se irá manter mediante marcação, já o spa continua encerrado até que as medidas do governo assim se mantenham. Durante os próximos meses, todo o valor que continuou a ser pago pelos atuais sócios, durante o período de confinamento, irá ser reposto de modo a que ninguém saia prejudicado, realça Carlos.

"O Mega tem sido uma referência nos últimos 30 anos e acreditamos que o que nos distingue é a forma como os nossos atletas são bem tratados e acompanhados", remata.

Kalorias

Com 16 espaços espalhados de Norte a Sul do País, o Kalorias distingue-se pela qualidade das máquinas e pelo acompanhamento que proporciona aos atletas. Tal como o Mega Craque, reabre esta segunda-feira sem aulas de grupo presenciais. Estas continuarão a ser feitas online, com acesso gratuito para todos os sócios.

Todas as salas de exercício são amplas e os equipamentos estão espaçados, garante Joana Antunes, responsável do departamento de marketing e comunicação do Kalorias.

A área do acompanhamento nutricional irá continuar a funcionar mediante marcação e, nesta nova fase, o clube oferece a inscrição a todos os que queiram retomar ou iniciar a atividade física. "Não vamos ter campanhas porque damos muito valor ao nosso serviço. Dado todos os serviços que temos associados à marca, achámos que não se justificava baixar o valor", explica.

No Kalorias, todos os profissionais têm vários postos de contacto com os sócios, para que seja possível perceber se as pessoas estão a conseguir atingir os objetivos, se estão a ter o acompanhamento na sala de exercício de que precisam ou se estão a ter dificuldade no plano de treinos.

Para entrar em qualquer um dos clubes, deverá marcar lugar através da aplicação do Kalorias. Nesta plataforma, de dez em dez minutos, é indicada a lotação e quantas pessoas irão estar a treinar à hora em que o pretende também fazer. Esta novidade faz com que, em casa, os sócios possam assegurar a sua hora de treino.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.