A prisão de ventre ainda é um tema difícil para algumas pessoas, mas para saber evitar e, se preciso, tratar esta desordem intestinal é preciso conhecê-la.

Embora não seja uma doença, a prisão de ventre é uma desordem do sistema gastrointestinal. Que, por sinal, é uma das pedras basilares do bem-estar e da saúde. O ideal é evitá-la.

Não é doença mas não é saudável

A prisão de ventre pode significar diferentes coisas para diferentes pessoas: evacuações pouco frequentes para uns, dor e desconforto ao evacuar para outros, mas causa sempre desconforto e, nos casos mais graves, até pode provocar hemorroidas.

Tudo isto pode ser entendido: se os movimentos dos intestinos não ocorrerem com a velocidade ou o vigor devido, as fezes ficam retidas no intestino. Quanto mais tempo as fezes permanecem no intestino, mais água é absorvida, tornando-as secas, duras e difíceis de evacuar. Assim, para serem expulsas, exigem um esforço excessivo, que pode provocar o aumento dos vasos sanguíneos locais, tornando-os salientes causando ainda mais dor e outros incómodos.

Mulheres e crianças primeiro

Estudos indicam que 1 em cada 5 portugueses sofrem de prisão de ventre, mas as mulheres são as mais afetadas, sobretudo quando estão grávidas1, devido às alterações hormonais próprias da gravidez.

As crianças também podem ser afetadas e, para elas, ir à casa de banho pode ser bastante doloroso e desconfortável2. Trata-se de uma situação muito stressante para a criança e para a família, por todo o desconforto que implica e porque muitas vezes contrariam a vontade de evacuar criando um ciclo vicioso. Mas tudo isto pode ser prevenido e tratado.

Prevenção e tratamento

Alimentação rica em fibras, muita água e a prática de exercício físico regular são princípios básicos que ajudam a evitar a prisão de ventre. Stress, tabaco, bebidas alcoólicas e um dia a dia muito agitado também são de evitar3. Nem sempre é possível controlar estes fatores, mas a boa notícia é que existe uma solução simples e prática para a prisão de ventre mesmo para crianças e grávidas.

Se sofre de prisão de ventre com fezes duras e esforço para ir à casa de banho, experimente DulcoSoft®. Este produto é da família Dulcolax, que há mais de 50 anos ajuda as pessoas com prisão de ventre.

DulcoSoft® contém macrogol 4000, uma substância que atrai e retém água, amolecendo suavemente as fezes e tornando a evacuação fácil e confortável.

Como a sua absorção é mínima, pode ser tomado durante a gravidez ou amamentação e por crianças* a partir dos 2 anos. E como ajuda a evitar o esforço excessivo na evacuação, também pode ser útil para doentes com hemorroidas com queixas de fezes duras.

Saiba mais sobre este tema aqui e elimine esta prisão da sua vida e da vida dos seus filhos, sem surpresas e sem urgências.

Factos sobre a prisão de ventre4

  • Uma alimentação rica em fibras, com pão e arroz integrais, aveia, leguminosas, legumes, muesli, frutos de casca rija, lentilhas, fruta e vegetais, pode ajudar a prevenir a prisão de ventre.
  • O ideal é adicionar um elemento rico em fibras a todas as refeições, ingerindo cinco porções de fruta ou legumes por dia. Contudo, se não estiver habituado a ingerir muitas fibras, é aconselhável aumentar a quantidade gradualmente, para evitar flatulência.
  • Beber pelo menos 6 a 8 copos de água ou de outros líquidos por dia (1,2 litros) ajuda a manter as fezes macias.
DULCOSOFT® Pó para Solução Oral e DULCOSOFT® Solução Oral são dispositivos médicos para amolecer as fezes duras e secas e facilitar a evacuação. A administração a grávidas e crianças com menos de 8 anos deve ser preferencialmente supervisionada por um profissional de saúde. DULCOSOFT® não deve ser tomado durante mais de 28 dias. Não tome DULCOSOFT® no caso de alergia ao macrogol 4000 ou a qualquer outro ingrediente, se tiver alguma doença intestinal inflamatória grave ou megacólon tóxico, perfuração digestiva ou risco de perfuração digestiva, íleus, suspeita de obstrução intestinal, estenose sintomática ou síndromes abdominais dolorosas de causa indeterminada. Leia com atenção a rotulagem e instruções de utilização. (5.0) SAPT.DULC8.18.04.0225 Abril 2018.
1Fonte: Brand Performance Tracking, Jan-Dez. 2017, N=3.000
2Fonte:Rasquin A, Di Lorezno, Forbes D, et al: Childhoold functional gastrointestinal disorders: child/adolescente. Gastroenterology 130:1527-1537, 2006
3Fonte:https://www.health.harvard.edu/bladder-and-bowel/natural-ways-to-relieve-constipation
Fonte:https://www.alivioprisaodeventre.pt/alivio-da-prisao-de-ventre/prevencao-da-prisao-de-ventre
*Dulcosoft Sol. Oral 250 ml

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.