O design do iPhone está prestes a mudar. Pelo menos, é isso que diz o "La Verdad", que fala num novo topo de gama da Apple em que se exclui o último elemento presente na parte da frente do telefone, incorporado no ecrã: o retângulo preto na zona superior, o mesmo que dá acesso a funções tão importantes da Apple como o Face ID, ou seja, o sistema biométrico que funciona através de um sistema de sensores chamados True Depth.

Esta é só uma das novidades de que já se fala. É que, segundo publicou no Twitter Jon Prosser, um analista de tecnologia, já se pode falar nas diferentes formas em que o novo modelo se vai apresentar: o Iphone 12 deverá existir em quatro modelos, todos com o A14 incluido, isto é, o processador de alto desempenho da marca.

A diferença entre eles vai estar na dimensão e nas câmaras de trás: dois vão ter ecrãs de 5,4 e 6,1 polegadas e câmaras de dois sensores, enquanto o iPhone 12 Pro terá 6,1 polegadas e o Pro Max 6,7 polegadas (mais 0,2 do que o iPhone 11, que tem 6,5). Nestes dois últimos, haverá três sensores e fortes pistas apontam ainda para um sensor LiDAR para a realidade aumentada.

Os novos modelos da Apple são tradicionalmente apresentados num grande evento da marca, que decorre sempre a setembro. Por enquanto, não houve notícias de cancelamento.

O iPhone X, lançado em 2017, foi o primeiro modelo da Apple com o ecrã a ocupar a totalidade da parte da frente do ecrã e a eliminar o redondo botão home, design na altura revolucionário para a marca, adotado pelos modelos seguintes e aquele a que já nos habituámos a ver e usar.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.