"A querida Lídia, que tive a sorte de conhecer no primeiro episódio de 'Tabu', partiu hoje. Um exemplo superior de como lidar com as rasteiras da vida. Obrigado, maravilhosa Lídia". A mensagem, publicada por Bruno Nogueira nas redes sociais esta segunda-feira, 20 de junho, revelava assim que a doente oncológica de 55 anos tinha morrido.

"Tabu". Já sabemos qual o tema do segundo episódio do programa de Bruno Nogueira
"Tabu". Já sabemos qual o tema do segundo episódio do programa de Bruno Nogueira
Ver artigo

Lídia Anjos, que participou no segundo episódio do programa da SIC "Tabu", cujo tema eram as doenças incuráveis, foi diagnosticada com cancro do ovário aos 47 anos. Fez uma histerectomia, quimioterapia, mas, dois anos e meio depois, surgiram metástases.

A mensagem publicada por Bruno Nogueira
A mensagem publicada por Bruno Nogueira créditos: Instagram

No formato conduzido por Bruno Nogueira, Lídia garantiu não recear o que podia advir da doença com que viveu durante oito anos. "Não tenho medo. A minha família diz que, ao fim de sete anos, ainda não caiu a ficha. É um dia de cada vez. Chorar não é uma cena que me assiste". 

Lídia Anjos fazia parte da Associação Careca Power, uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de "esclarecer, apoiar, integrar e acarinhar todos aqueles que lutam contra o cancro, bem como os seus familiares e cuidadores".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.