"Que hora tão bem passada". É esta a frase que Cristina Ferreira quer que os telespectadores digam (ou melhor, sintam) depois de verem uma emissão de "Cristina ComVida". Dois anos e três meses depois de se estrear noutra casa, também ela criada à sua imagem, a apresentadora da TVI volta ao ecrã para um talk show passado entre várias divisões.

A olho nu, e para o telespectador mais desatento, o formato que estreou esta segunda-feira, 29 de março, tem semelhanças com o "O Programa da Cristina", que a apresentadora conduziu nas manhãs da SIC entre janeiro de 2019 e julho de 2020. Mas Cristina faz questão de explicar as diferenças.

"'O Programa da Cristina' exigia uma quantidade de historias que nós não vamos ter aqui. Era um talk show de 3 horas, com 3 partes muito distintas. Uma primeira parte mais disparatada, digamos assim, onde tudo podia acontecer. uma segunda parte com histórias de vida mais intensas e depois tínhamos a terceira parte que era dedicada à atualidade e que só existirá nesta casa se tiver acontecido alguma coisa que nos leve a ter de falar disso", começa por dizer.

Das lágrimas ao dueto de Pedro Abrunhosa, assim foi a estreia de "Cristina ComVida"
Das lágrimas ao dueto de Pedro Abrunhosa, assim foi a estreia de "Cristina ComVida"
Ver artigo

Os 60 minutos deste novo programa (uma ideia original da apresentador e do realizador João Patrício, concebida há quase oito anos), continua a também diretora de Ficção e Entretenimento da TVI, assemelham-se mais "a uma novela, a uma sitcom. "Todos os dias isto é um capítulo onde muitas das personagens são as mesmas. Há convidados novos, é certo, mas espero pelo dia a seguir para ver o que acontece naquela casa. Essa é a marca deste programa, onde o humor vai estar muito presente diariamente. E depois pelo facto de a construção ser não num estúdio de televisão mas numa casa", continua.

O objetivo, a vitória do horário de acesso ao prime time, está na mira de Cristina Ferreira. Uma meta difícil, uma vez que esta faixa horária é dominada, há vários anos, pelo concurso da RTP1 "O Preço Certo". "Temos noção que este é um horário muito complicado, é um horário em que as pessoas não estão com total disponibilidade para estarem sentadas. Vamos ser rádio, digamos assim, para quem está a fazer o jantar, a dar banho aos filhos. Mas queremos acima de tudo que as pessoas se divirtam connosco", afiança.

O estúdio-casa do formato de final de tarde da TVI é um espaço 360º sem "frente de cena", como explica o realizador João Patrício. "Isto obriga-nos a todos, equipa técnica, a uma logística, a uma movimentação mais complicada do que habitualmente. Mas isso também torna a coisa mais desafiante para todos nós".

Na conferência de imprensa que aconteceu poucos minutos depois da estreia de "Cristina ComVida", a apresentadora explicou também porque desabou em lágrimas à passagem de um avião com a mensagem "Cristina, o sonho começa agora". "Esta não me passou pela cabeça e a equipa resolveu dar-me este miminho. Foi o inesperado que me fez soltar as lágrimas. Senti aquilo que sentem os concorrentes quando estão fechados dentro de uma casa. De repente há alguém que lhes está a dizer 'força, bora lá, estamos juntos'". 

Veja as fotos da estreia de "Cristina ComVida"

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.