A grande final da nona edição do "The Voice Portugal" devia acontecer este domingo mas foi adiada para 6 de fevereiro, devido a casos positivos de COVID-19 entre os finalistas. É o 'até já' de Vasco Palmeirim ao formato, que apresenta ao lado de Catarina Furtado desde 2014. O fim da nona edição do talent show, que celebra uma década na televisão portuguesa, marca o início de (mais) um ano de loucos para o apresentador de 42 anos.

À margem da apresentação das canções do Festival da Canção 2022, que aconteceu no LAV - Lisboa ao Vivo, esta sexta-feira, 21 de janeiro, Vasco Palmeirim admitiu que, nesta edição do "The Voice Portugal", a escolha está "muito renhida" entre Daniel Fernandes, Edmundo Inácio, Mariana Rocha, João Leote e Rodrigo Lourenço. "Vai ser uma final extraordinária. Vamos ter alguns convidados, que vão cantar com eles. Vai ser bom e para quem é fã do 'The Voice', queremos sempre que a final seja uma coisa marcante".

Luís Trigacheiro, Fernando Daniel, Tiago Nacarato, Cláudia Pascoal e Bárbara Tinoco são alguns dos nomes de vencedores e concorrentes do "The Voice Portugal" com carreiras iniciadas com sucesso no mundo da música. "Este ano tivemos muita gente ligada à música, que estuda, ou que tem aulas. E, por isso, enquanto apresentador do programa, enquanto alguém que vibra com música, ver que vão lá pessoas que não levam aquilo na brincadeira, mas que levam aquilo a sério, é um selo de qualidade que dão ao 'The Voice'. E isso deixa-me muito contente."

A estreia televisiva da dupla Markl - Palmeirim

Pelo quarto ano consecutivo, Vasco Palmeirim vai conduzir a final do Festival da Canção com Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves. Ainda no segredo dos deuses, mas "para breve", chega à RTP1 "Taskmaster", concurso / programa de humor, que vai conduzir a meias com Nuno Markl. "Joker", o concurso das noites do primeiro canal da estação pública de televisão, já tem episódios em carteira pelo menos até junho.

Vem aí o primeiro programa de televisão de Nuno Markl e Vasco Palmeirim
Vem aí o primeiro programa de televisão de Nuno Markl e Vasco Palmeirim
Ver artigo

Sobre o regresso ao Festival da Canção, no ano em que o certame acontece pela 56.ª vez, Vasco Palmeirim faz uma descrição com a qual, em tempo de pandemia, muitos se identificarão. "No fundo, é saltar do WhatsApp, do nosso grupo de três totós, para brincarmos um bocadinho com uma coisa que todos adoramos, que é música", explica, sublinhando a "representatividade" do leque de compositores e intérpretes da edição de 2022.

"Para breve" está agendada a estreia de "Taskmaster", a adaptação do formato britânico criado pelo humorista Greg Davies, que coapresenta com o também comediante Alex Horne. Os oito episódios da primeira temporada já estão gravados. "Obviamente que a minha opinião é bastante parcial, mas acho que temos ali um belo programa de televisão. Espero que as pessoas gostem porque eu e o Markl tentámos ao máximo respeitar o original inglês. Pedimos que fosse tudo o mais parecido com o inglês, e deram-nos isso", explica.

"TaskMaster" marca a estreia televisiva da dupla Palmeirim-Markl. O apresentador admite que "há sempre receio" que o formato não corra bem, mas também afiança que existe uma certeza conjunta de que "não iria correr mal". "Nós conhecemo-nos bem demais. Desde o início disse à produção: 'todos os textos feitos neste programa temos de ser nós a fazer'. Foi uma dor de cabeça! Falámos sobre isso. Não tínhamos muito tempo, mas tínhamos de o fazer. Chegámos a gravar dois programas por dia e, entre o primeiro e o segundo, estávamos a despir a roupa e já estávamos ao computador, a escrever textos para o segundo. Mas eu acho mesmo que temos ali um belíssimo programa, e quem não conhece o 'TaskMaster', acho que vai gostar. E quem conhece também."

"Joker" prestes a atingir a marca dos 900 programas. "É qualquer coisa de maravilhoso"

Além de continuar nas "Manhãs da Comercial", o formato matutino que, em 2022, celebra 15 anos, Palmeirim é o anfitrião daquele que é um dos concurso mais longevos da televisão portuguesa. O apresentador conta que está já a gravar a sexta temporada de "Joker". "Um formato que nunca saiu do ar, desde 2018. Já vamos a caminho dos 900 programas o que, para um concurso, tirando 'O Preço Certo', é qualquer coisa de maravilhoso. Teremos 'Joker', em princípio, até ao verão".

O fim das galas em direto de "The Voice Portugal" significa, para Vasco Palmeirim, mais tempo para a família. O apresentador, casado desde 2018 com Bárbara Magalhães, é pai de Tomás, de 6 anos e de Matias, de 21 meses. "Quando eu disse ao Tomás, 'olha filho, este domingo é a final do 'The Voice', ele disse 'yeah!'".

Estudo. A Pipoca Mais Doce e Vasco Palmeirim lideram preferências dos portugueses
Estudo. A Pipoca Mais Doce e Vasco Palmeirim lideram preferências dos portugueses
Ver artigo

O apresentador conta que o filho mais velho demonstra curiosidade com o concurso "Joker", mas com os bastidores da máquina televisiva. "Ele ia lá, mas ia à régie, ver os ecrãs todos, ver o público. Ficava ali sentado, portava-se muito bem. Nunca era tanto de querer participar, mas ver como era o trabalho do pai."

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.