Aconteceu esta terça-feira, 7 de julho, o segundo confronto entre Sónia, concorrente do “Big Brother 2020”, e Ana Garcia Martins, comentadora do programa. A conversa aconteceu durante o “Você na TV”, depois de a comentadora ter explicado num “Extra” que não tinha havido oportunidade para falar dos comportamentos negativos que a concorrente teve dentro da casa. A produção ouviu e proporcionou este confronto no programa das manhãs da TVI.

A conversa começou morna com as duas a explicarem o seu lado, mas aqueceu quando Sónia acusou a comentadora de a humilhar publicamente. Ana Garcia Martins negou essas atitudes, mas primeiro começou por explicar que a sua opinião dos concorrentes ia mudando conforme o jogo – e que efetivamente Sónia tinha sido uma das concorrentes preferidas, e que ao longo do jogo deixou de o ser.

“Eu acho que a Sónia reunia um conjunto de fatores que faziam com que fosse uma potencial vencedora. Divertida, expansiva, o facto de ter filhos ou o falar alto. Até a relação com o Vítor. Se ela tivesse sido bem orientada, achava genuinamente que era vencedora”, frisou. Sónia não se deixou ficar e explicou que foram as saudades dos seus que fizeram com que se perdesse no jogo. “Eu perco a minha essência quando perco os meus”, revelou.

“BB2020”. Pipoca e Sónia vão enfrentar-se na TVI e a comentadora ataca: "A Sónia muitas vezes foi só mal criada"
“BB2020”. Pipoca e Sónia vão enfrentar-se na TVI e a comentadora ataca: "A Sónia muitas vezes foi só mal criada"
Ver artigo

Sónia reagiu às críticas de ser uma pessoa tóxica, negando essa ideia e acrescentado que só se preocupava com o bem dos outros. Revelou que sofreu também no "BB ZOOM" e que trouxe essa negatividade para dentro da casa. Afinal, os concorrentes tinham entrado para a casa há dois dias e já Sónia queria desistir. As várias ameaças de desistência e o choro, que caraterizaram o jogo da concorrente, também foram tópico de conversa. Ana Garcia Martins explicou que acreditava que estes comportamentos aconteciam depois de Sónia se aperceber dos gostos dos portugueses cá fora.

Grupo Kamikaze e os ataques a Diogo

O grupo mais explosivo da casa e o bullying que faziam a Diogo também entrou na conversa. Sónia justificou-se dizendo que não fazia parte de nenhum grupo e que o problema tinha sido alguns concorrentes terem dado efetivamente um nome ao grupo. Explicou que não concordava com muitas atitudes de Diogo e que as pessoas cá fora não viam as imagens todas.

Ana Garcia Martins explicou que o chamado grupo dos sensatos nunca tinha sido visto a falar mal de ninguém. “Quando vêm dizer que ‘eu não sou assim, fiquei assim por causa do jogo’. Então e os outros? Os que têm um perfil equilibrado e constante e que se mantêm iguais. E já foram vítimas de ataques hediondos como ataques de bullying cerrados e continuam impávidos e serenos”. A comentadora referiu também um episódio quando os vários concorrentes nomearam Diogo como a pessoa mais intriguista da casa. “Cá fora não passou uma única imagem dele a comentar a vida de alguém lá dentro. Houve uma crucificação ao Diogo. E já perguntei a todos os Kamikaze o que têm contra ele e ninguém é capaz de me explicar. Houve ali uma implicância”.

“BB2020”. Sónia nega ter feito parte de um grupo dentro da casa. "Nunca me considerei parte nem de um lado, nem do outro”
“BB2020”. Sónia nega ter feito parte de um grupo dentro da casa. "Nunca me considerei parte nem de um lado, nem do outro”
Ver artigo

Como tem vindo a fazer, Sónia tentou justificar-se, dizendo que também não tinha gostado de vários comportamentos do concorrente. Não conseguiu, já que a comentadora se revelou preparada. Diogo é efetivamente um dos concorrentes mais apreciados pelos portugueses e tem-se revelado mais no jogo porque “todos os elementos que o traíam saíram, e ele não alimentava discussões”, explicou a comentadora.

O caso de Noélia e agressividade de Sónia

A conversa mudou de tom assim que passaram as imagens de Sónia a ser agressiva com Noélia. Sónia, mais uma vez, tentou explicar que havia “um fio condutor” e que aquela conversa agressiva foi um culminar de situações. Ana Garcia Martins explicou que era “lamentável” o que tinha acontecido e Sónia exaltou-se.

“Há formas e formas de comentar. Achas que não foste agressiva da forma como comentaste? Levaste objetos para gozar comigo. Isso é bullying. És paga para comentar, mas não para humilhar as pessoas e rebaixar os concorrentes que ali estão. És famosíssima por falar mal das pessoas, mas é a tua profissão. Podes dizer que eu fiz peixeirada, mas não podes é gozar com a situação. Senti-me humilhada. A Pipoca é a rainha, mas da toxicidade, porque incentiva ao ódio. Ela gosta dessas coisas. Senão só se limitava a fazer aquilo para que é paga, comentar”.

Por diversas vezes a comentadora tentou falar mas não conseguiu, já que Sónia sobrepunha e levantava a voz. A comentadora não se deixou ficar. “Vamos lá ver uma coisa, a estratégia na casa quando discutias com as pessoas era gritar por cima delas e não as deixar justificar. Essa estratégia comigo não funciona. Isso funciona com outras pessoas com capacidade de argumentação diminuta. Comigo não dá”. E com isto, trouxe escritas as várias situações onde acusou Sónia de ser uma pessoa intriguista, esperta ou ofensiva. Recordou a situação do tabaco, o ter chamado ‘songa monga’ a Soraia e fazer comentários sobre a sua vida sexual, ter sido mal criada em diversas situações ou ter sido intriguista quando instigou Daniel Monteiro contra Diogo.

"BB2020". Sónia desiste do programa e estala discussão entre a mãe da concorrente e Cláudio Ramos
"BB2020". Sónia desiste do programa e estala discussão entre a mãe da concorrente e Cláudio Ramos
Ver artigo

Mais uma vez, Sónia desculpou-se dizendo que as coisas não eram assim e tentou justificar-se com a ideia de que existiam muitas situações que não passavam cá para fora.

Sobre a situação com Noélia, A Pipoca Mais Doce apelidou a situação de “insuportável”. “Foi absolutamente lamentável. Não se discute com ninguém, ainda por cima não dando a oportunidade à outra pessoa de se justificar. Eu às vezes tenho essa atitude, mas é com o meu filho de seis anos. Não é com outra adulta. Saltaste para cima dela qual pitbull, sabe Deus porquê”. Sónia voltou a referir as imagens que não tinham passado para fora da casa e retorquiu: “Eu disse à Noélia [no dia anterior] que ela estava a ser desagradável”.

Tanto a comentadora como Manuel Luís Goucha concordaram que Sónia é uma pessoa que será lembrada na história dos reality-shows. “Isso é incontornável. E eu acho que não existe ninguém exclusivamente bom ou exclusivamente mau. Só tenho pena que as características positivas da Sónia não se tenham visto mais porque se juntou às pessoas erradas na casa. Acho que tinha muito a ganhar se se juntasse a outros concorrentes. Quem é que está cá fora? Todos os Kamikaze, mesmo os que não se identificaram como tal. As pessoas escolhem o perfil do jogador que querem ver. Muitas das tuas atitudes foram erradas, mas talvez isso tivesse acontecido por tudo o que estavas a viver e por teres sido influenciada pelas pessoas que eram mais próximas”, explicou A Pipoca Mais Doce.

A comentadora voltou a frisar que tem o seu lado sarcástico e mais irónico, mas que acredita nunca ter humilhado ou ofendido ninguém. Limitou-se apenas a não deixar em branco vários comportamentos e atitudes que não podiam passar “despercebidos”. A título de exemplo, falou no comentário homofóbico de Hélder, na agressividade de Pedro Soá e dos vários preconceitos mostrados ao longo do programa.

“Acho que o nosso papel enquanto comentadores é trazer isto para cima da mesa e dizer ‘isto não é aceitável’. Muito para que as pessoas que veem estes tipos de comportamentos não achem que é normal”, rematou.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.