Hélder já tinha avisado: ele prefere ser mulherengo do que homossexual. Pelo facto de ter dito isto esteve quase a ser expulso da casa e esta terça-feira, 19 de maio, pelo facto de ter feito um comentário mais atrevido levou a que Teresa se passasse com ele. Tudo começou com um par de sapatos.

Teresa chegou à zona da cozinha com uns sapatos de salto vermelhos. Hélder olhou para ela de alto a baixo, e comentou o look. Disse que gostava muito dos sapatos da mãe de Thierry, e que a ex-namorada tinha uns iguais. Em vez de se sentir bem com o elogio, Teresa achou o comentário despropositado, e achou que Hélder estava a querer algo mais com as palavras que estava a dizer. E não teve problemas em confrontar o concorrente de Gaia.

"Toda a gente gosta de receber piropos, mas eu tenho marido", começou por dizer, de forma agressiva. Hélder não percebeu muito bem à primeira, mas sentiu de imediato o desconforto de Teresa. E recuou.  "Isto não é um piropo. Acho que é isso que não estás a perceber", reagiu. E tentou explicar-se. "Vou ser o mais sincero possível. Quando olho para ti não quero dizer ‘eh pa, se calhar... não, juro". A solução, para o concorrente, é simples: "Então vamos fazer o seguinte: eu afasto-me".

"Big Brother 2020". La Familia 2.0, nomeações combinadas e um pedido de casamento. O melhor e o pior da gala
"Big Brother 2020". La Familia 2.0, nomeações combinadas e um pedido de casamento. O melhor e o pior da gala
Ver artigo

Teresa, que chegou à casa apenas há dois dias, não achou que essa fosse a solução. "Tu não tens de te afastar. Só não tens de fazer comentários. Eu sou amiga de todos aqui dentro, e eu gosto que toda a gente goste de mim. Agora, eu estou a ficar desconfortável", disse. Hélder mudou de estratégia e voltou à postura que usou quando foi confrontado com o comentário homofóbico relativamente a Edmar: normalização. E quis chamar reforços, para que os outros provassem a Teresa que ele é mesmo assim, e que diz tudo sem segundas intenções e sem maldades. "Mas queres que eu chame aqui…", ia começar a dizer, quando foi interrompido por Teresa. "Não quero que chames ninguém. A conversa é entre ti e mim". Hélder procurou então generalizar a polémica. " É isso que me faz confusão em vocês, mulheres…", ia começar a explicar. Teresa não deixou. "Mas quais vocês? Quais mulheres? Estás a falar comigo".

Teresa estava visivelmente alterada e nervosa. E Hélder notou. "Eu estou chateada porque estou a ficar desconfortável e quando eu fico desconfortável começo a ficar nervosa", explicou a sogra da "Mãe Guerreira". Hélder ainda tentou encerrar a conversa dizendo "pronto, não falo mais", mas falou. "Eu não me estou a fazer a ti. Só estou a elogiar".

Vi um "Big Brother" pela primeira vez na minha vida. Esta é a minha análise
Vi um "Big Brother" pela primeira vez na minha vida. Esta é a minha análise
Ver artigo

A concorrente de 44 anos teve então de explicar melhor o seu desconforto. "Estou a sentir-me mal porque tenho um marido lá fora que está sozinho. Ele não vê as coisas e não te conhece, não sabe que és uma pessoa assim, mas que não faz mal a ninguém". Teresa quis, com isto, proteger Hélder, porque tem a noção de que o concorrente de Gaia não é propriamente bem visto fora da casa. "Estou a ser simpática. Não quero que as pessoas lá fora te odeiem".

Hélder continuou sem entender a reação de Teresa. "Não estou a perceber o que é que estás a levar a mal, mas pronto, não se fala mais disso". E os reforços chegaram. Depois de Rui, sempre com aquela postura de quem está a apanhar do ar, e que diz que sim a tudo, chegou Daniel Monteiro, que ainda apanhou o contexto da conversa e teve de explicar as coisas ao amigo de forma a que ele as entendesse. Mas Hélder continuou a clamar inocência. "Nunca iria meter-me com ela, que eu não sou disso. Algum dia eu ia meter-me com alguém aqui na casa? Nunca. Ainda mais com ela, que é casada. Fogo!". Fogo, foi isso mesmo que aconteceu.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.