Depois de Maria Botelho Moniz ter anunciado que Joana vai regressar ao "Big Brother - A Revolução", ficou ainda por saber quem é o outro infiltrado que vai voltar à casa com a designer de moda. Nesta tarde de quarta-feira, 16 de dezembro, Teresa Guilherme revelou que é Andreia quem também vai voltar à mansão da Ericeira.

As duas infiltradas vão ficar instaladas no bunker, para garantir as medidas de distanciamento devido à COVID-19, e vão ter um papel fundamental nas decisões dentro da casa. "Vamos agitar a casa e fazer uma guerra positiva", frisou Andreia, quando questionada pela apresentadora.

Andreia foi expulsa do jogo há cerca de três semanas, deixando os portugueses surpreendidos com os resultados da votação. A bailarina do Seixal sempre teve um papel ativo no "Big Brother", sendo uma das concorrentes que mais "agitava" o jogo. Bem como Joana, que já garantiu querer animar os colegas. "Quero mexer com tudo porque aqueles meninos estão muito quietinhos. Estou muito feliz com a pessoa que vai entrar comigo", afirmou.

Joana apresentou queixa contra Rui Pedro

No último domingo, 13, Rui Pedro e Joana protagonizaram um momento de tensão nos bastidores da gala. O ex-concorrente terá proferido ameaças e a polícia foi mesmo chamada ao local. Joana não entrou no estúdio e chamou a GNR, a pedido da mãe, que identificou não só a designer, como também Rui Pedro e Carina, uma das testemunhas que terá visto o modelo a ameaçar a nova infiltrada do "Big Brother".

Joana revela pormenores sobre ameaças de Rui Pedro. "Disse que me partia aos bocadinhos"
Joana revela pormenores sobre ameaças de Rui Pedro. "Disse que me partia aos bocadinhos"
Ver artigo

A designer de moda revelou que estava fora dos estúdios da Venda do Pinheiro e que Rui Pedro, quando chegou, começou a insultá-la. "Começou a ameaçar-me, a dizer que se eu voltasse a falar no nome dele que me partia a boca toda", contou nas redes sociais.

No entanto, Rui Pedro garante que foram ditas mentiras sobre si e que vai agir judicialmente contra a designer. "Terei de agir judicialmente para ver se metemos fim a esta onda de domingo exagerado e de falsidade pura”, disse o empresário de Oliveira do Hospital numa instastory.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.