A TVI está a preparar mais uma edição do "Big Brother" para a rentrée televisiva. Como já havia sido revelado, o reality show vai ter uma casa "construída de raíz" e os concorrentes "vão viver desafios radicais". Sabe-se agora que a data de estreia do formato da estação de Queluz de Baixo está agendada para 12 de setembro, avança a "TV 7 Dias".

Ao todo, vão ser 16 galas ao domingo e a grande final acontece na noite da passagem de ano, como já é tradição. "A verdade é que, desta vez, não se fazem esperar grandes surpresas. É tentar recuperar um produto vencedor, tal como ele era", conta fonte da estação à mesma revista.

Homens ou mulheres? Jovens de 20 ou com 40 anos? O perfil de quem se inscreve no "Big Brother"
Homens ou mulheres? Jovens de 20 ou com 40 anos? O perfil de quem se inscreve no "Big Brother"
Ver artigo

O formato que chegou à televisão portuguesa em 2000, deverá realizar-se num outro espaço. As primeiras edições aconteceram nos estúdios da Venda do Pinheiro, Mafra, espaço que agora dá lugar ao cenário do programa "Cristina ComVida", conduzido por Cristina Ferreira no acesso ao prime time.

"Não tem sido fácil perceber o que vai acontecer à casa, até porque, como se sabe, a Cristina ocupou a da Venda do Pinheiro. Se o 'ComVida' não terminar, será feito um avultado investimento e será construído um novo estúdio/casa, para se voltar às origens do formato. E terá de ser uma construção rápida", diz a mesma fonte.

De acordo com a mesma revista, nada deverá mudar nas emissões. As galas acontecem ao domingo, logo após o "Jornal das 8", seguidas de uma ligação em direto à casa. Quanto às emissões de segunda a sexta-feira, o telespetador pode contar com os habituais diários às 19h00 e com o "Extra" às 00h00, que contará com vários comentadores. Apesar de ainda não terem sido revelados nomes, alguns comentadores deverão transitar de edições anteriores.

Falta ainda saber quem será o apresentador a conduzir as galas do "Big Brother". Alguma imprensa tem avançado que Teresa Guilherme não deverá ser um dos rostos do formato, por ter, neste momento, outros projetos em mãos. Já Cláudio Ramos, ainda não foi foi informado sobre qualquer decisão.

"Sou um soldado ao serviço de uma estação e estou preparado para aquilo que a estação entender. Mas até agora ninguém me disse nada", conta o coapresentador do "Dois às 10" à publicação do grupo Impala.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.