A primeira finalista feminina do "Big Brother Famosos" tem sido consistente no que toca a dar a sua opinião acerca dos assuntos da casa mais vigiada do País. A relação de Bruno de Carvalho e Liliana Almeida, bem como as recentes (in)decisões da cantora, não foram exceção.

Tanto diretamente a Liliana como no confessionário, Marta Gil tem expressado o que pensa sobre os mais recentes desenvolvimentos entre a dupla. Desde a expulsão de Bruno de Carvalho no domingo (13) ao impasse de Liliana, que não sabia se iria ou não desistir, e passando pelos aviões que o empresário já enviou, a atriz não deixou nada por dizer.

Liliana recebe avião de Bruno e decide não desistir do "Big Brother Famosos". "Vamos até ao fim"
Liliana recebe avião de Bruno e decide não desistir do "Big Brother Famosos". "Vamos até ao fim"
Ver artigo

"No domingo, houve aquela história, que é real, que está a acontecer: Bruno sai lá para fora e está a levar com uma coisa caótica, ela fica cá dentro a sofrer... E pronto. Até aqui, tudo isto é uma história de amor muito real, e que mexe connosco e que mexe com as nossas emoções", começou por recordar.

Depois, a atriz relembrou o momento em que Liliana "acorda, pega no megafone, diz que vai sair em alto e bom som", sendo que, no mesmo dia, recebeu o primeiro avião de Bruno de Carvalho, que confessava amá-la "até ao infinito". Este avião fez com que a cantora decidisse continuar no desafio e contrariasse a sua posição anterior, algo que não agradou a Marta Gil.

"Afinal, andamos só aqui a fazer mais um teatrinho"

Para a atriz, "tudo isto é bonito para a câmara". "Eu acho que é muito pouco credível", considera, acrescentando que, "às tantas, esta história de amor que é tão empolgante" tornou-se "um bocado uma palhaçada". "Afinal, já não é assim tão gira esta história. Afinal andamos só aqui a fazer mais um teatrinho. Vamos continuar até onde der para continuar", comparou.

Marta Gil não concorda com a decisão final de Liliana de não abandonar a casa do Big Brother. Para si, a artista deveria ter saído logo, assim que o companheiro foi expulso, não só para o apoiar, como para resolver a situação que ambos viviam devido à queixa que foi feita ao Ministério Público contra Bruno de Carvalho.

"Tu queres ficar até ao fim, estás a pensar naquilo que tu queres fazer, e isso é egocentrismo", disse Marta a Liliana. "O tu quereres estar neste jogo é superior ao teu amor por ele?", perguntou. "Não é comparável", ouviu, de volta. "Se estivesses no lugar dele, gostavas que ele tivesse saído?", questionou também. "Eu sempre lhe disse para não o fazer", respondeu a ex-Non Stop.

"Eu percebo isso tudo, se ele tivesse saído sem aquela situação, percebes? É só aí que a mim me faz confusão, porque eu acho que é uma situação que também é sobre ti", explicou à cantora. No confessionário, revelou achar que as duas têm "interpretações de amor diferentes". "Para mim, era óbvio que eu já não estaria aqui, e por isso claro que eu ponho em causa", declarou.

"Isto é tão simples. É colocares-te no lugar do outro. E, ainda por cima, no lugar da pessoa que tu amas", explicou ao Big Brother. "Ela só está a pensar nela ao ficar aqui, ela não está a pensar nele. Não está, não pode. O que é que ela acha? Que ele está na boa, lá fora, sozinho?", concluiu.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.