Noélia esteve esta terça-feira, 27 de abril, à conversa com Cristina Ferreira no programa "Cristina ComVida", da TVI. A ex-concorrente do "Big Brother" revelou pormenores sobre o casamento e ainda recordou, em lágrimas, a morte do pai e do irmão.

Apesar de dizer ser uma pessoa de poucos afetos, a algarvia de 34 anos passou por um período difícil antes de entrar no "BB2020", reality show em que se deu a conhecer. "No primeiro 'Big Brother', tinha tudo pronto para ir. Mas o meu pai morreu dia 6 [de abril] e eu era para entrar dia 20. Tive de pensar, mas depois decidi que não tinha nada a perder", afirma.

Noélia critica Joana e defende Bruno Savate. "Ela fez-lhe mal dentro do jogo"
Noélia critica Joana e defende Bruno Savate. "Ela fez-lhe mal dentro do jogo"
Ver artigo

Mas o pior momento para Noélia aconteceu já dentro da mansão da Ericeira, quando o pai de Ana Catharina, a concorrente brasileira daquele formato, também morreu. "Foi muito complicado, mas tudo se ultrapassa", frisou a algarvia, já lavada em lágrimas.

O pai da ex-participante do reality show da estação de Queluz de Baixo tinha 56 anos e morreu devido a um enfarte. Tudo isto porque já havia sido avisado pelo médico para manter um estilo de vida saudável, mas tal não aconteceu. Não tomava a medicação, tinha má alimentação e "enervava-se" muito com assuntos sem importância.

Questionada sobre a morte do irmão, há cinco anos, Noélia explica que tudo aconteceu devido a uma broncopneumonia. "O meu irmão faleceu com 22 anos. Tinha trissomia 21 e sofria de problemas de coração, mas apanhou uma broncopneumonia e as defesas dele já eram poucas", diz.

Casamento de Noélia só em 2022

O pedido de casamento aconteceu quando Noélia ainda estava na casa do "Big Brother" e não hesitou em responder "sim" a Filipe, o seu companheiro. A cerimónia deverá acontecer em outubro de 2022 e está tudo a ser planeado por uma organizadora de casamentos devido à falta de tempo de Noélia.

"Quero uma coisa simples, com poucas pessoas e ainda não decidi se quero casar pela igreja ou pelo registo. Está previsto para outubro de 2022, mas acho que vai ser muito difícil devido à COVID-19", confessa a empresária.

Para já, continua a dedicar-se aos seus dois supermercados, um em Estoi e outro em Tavira. Mas está a pensar em abrir uma creperia em Tavira, que considera fazer falta naquela zona do Algarve. O negócio ainda não avançou devido à pandemia do novo coronavírus.

Veja aqui o momento.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.