Ao longo de 2023, o Castanheiro Boutique Hotel, unidade de quatro estrelas no centro histórico do Funchal, dinamizou "À Mesa no Castanheiro", um trio de jantares únicos, que tinham como propósito darem a conhecer o potencial da gastronomia e dos produtos regionais madeirenses.

O chef anfitrião, Maurício Gonçalves, convidou três outros chefs: André Cruz, do restaurante Feitoria, a 29 de julho, Miguel Laffan, do restaurante Palma, a 30 de setembro, e Ana Magalhães, vencedora do concurso "Chef Cozinheiro do Ano", de 2022, a 25 de novembro.

Jacuzzi no rooftop, comida de conforto e história. Este hotel na Madeira conquistou-nos para sempre
Jacuzzi no rooftop, comida de conforto e história. Este hotel na Madeira conquistou-nos para sempre
Ver artigo

Estas refeições especiais a quatro mãos decorreram no Tipografia, o restaurante do hotel, focado em comida mediterrânica. Com capacidade para 120 lugares na sala interior e 60 no pátio, esforça-se por honrar a cozinha tradicional portuguesa, principalmente a da sua região insular.

O chef Maurício Gonçalves é natural da ilha da Madeira e conta com 20 anos de carreira. Desde 2015 chef executivo do Castanheiro Boutique Hotel, dividiu a cozinha com estes chefs para que, juntos, pudessem dar asas à sua criatividade e homenagear o melhor da gastronomia madeirense — cada um com as suas técnicas e estilo próprios.

A MAGG esteve presente no terceiro e último jantar, que resultou da parceria entre Maurício Gonçalves e Ana Magalhães. A refeição teve início com o couvert e, de seguida, especialmente para nós, umas lapas grelhadas com bolo do caco com manteiga de alho, oferecidas pelo hotel.

O menu composto pelos dois cozinheiros começava com uma proposta da chef de 27 anos, que nos assustou: um lollipop de cozido à portuguesa. Já nos imaginávamos a lamber um chupa com sabor a caldo de carne — e não estávamos particularmente agradados.

Mas, afinal, Ana Magalhães surpreendeu-nos com uma espécie de rissol redondo, num pau parecido ao dos chupa-chupas, e enterrado em feijões pretos, de modo a fazer lembrar o calhau da ilha. Respirámos de alívio, desfrutámos e percebemos que seria um jantar bastante imaginativo.

Seguir-se-ia um peixe da lota do Mercado dos Lavradores com maçã, trevo e avelã. O lírio acabou por surpreender até os madeirenses presentes, que desconheciam o potencial. Depois deste prato fresco, também o chef Maurício Gonçalves apresentou produtos do mar.

A caldeirada com atum do Atlântico e bacalhau, ovas de espada e moluscos (como vieiras) fez-nos quebrar quaisquer preconceitos que tivéssemos para com uma caldeirada e conseguiu dar palco a cada uma destas espécies marítimas. Mas estava na hora da carne.

A chef Ana propôs uma vitela madeirense em pau de louro, com castanha transmontana, cogumelos e "brássicas". "Fomos à quinta do tio do chef Maurício apanhar louro e trevos", contou-nos a chef natural do Porto, que, com este prato, quis aludir à típica espetada madeirense.

"Ouvir de um madeirense que acertei no ponto do alho e da carne, para mim, já ganhei a noite", afirmou, em entrevista à MAGG, quanto ao feedback que foi recebendo de quem esteve presente e pôde provar, desta forma irrepetível, a singularidade gastronómica madeirense.

A ode à gastronomia da ilha terminaria com umas rabanadas de brioche com maracujá e vinho Madeira, feita em colaboração pelos dois chefs. "Faz lembrar as malasadas típicas. No continente, são as rabanadas. Queríamos apresentá-la de uma forma diferente, tendo em atenção os alergéneos de glúten e lactose", justificou a chef.

O jantar foi harmonizado com vinhos como Quinta do Monte d’Oiro Branco 2022, Quinta de Gomariz Branco 2022, Dona Berta - Reserva Tinto 2017 e Bridão - Colheita Tardia 2022. Seja para estrangeiros, madeirenses ou portugueses que residam noutras zonas do País, aqui está uma ótima forma de se deixarem apaixonar pelo que cresce e alimenta na ilha.

"Este convite foi feito em maio. Propuseram-me vir cozinhar à Madeira e eu disse logo que sim. Tinha estado na ilha há três anos e gostei bastante da comida. Era importante trazer mais mulheres, porque são sempre homens a participar nestes eventos", disse-nos a chef.

Ana Magalhães "queria trazer produtos da estação do continente e usar produto da Madeira". Ao chegar à ilha, fez uma visita ao Mercado dos Lavradores e a "produtores locais", para conhecer "os produtos da terra e trabalhá-los de forma diferente". Admite que o resultado final foi bastante diferente do que tinha em mente.

"Em conversa com locais, mudei de ideias. O que tinha planeado foi-se desconstruindo e compondo ao mesmo tempo", disse à MAGG. A chef, que reside em Lamego, pretendia "respeitar ao máximo possível o produto" e conseguir uma "adaptação do menu para todas as pessoas".

"Já tínhamos tido esta ideia de trazermos chefs convidados há algum tempo, em reuniões de operação", explicou-nos o chef Maurício Gonçalves. "Há chefs com os quais tenho muita curiosidade de trabalhar. Estes três foram as opções corretas", crê, quanto à primeira edição de "À Mesa no Castanheiro".

"Aprendo com eles. Vou tirando algumas ideias. Ver, sentir e provar é muito importante. Temos boa matéria prima, mas não temos quantidade para grandes consumidores", nota. "Este é o ano zero. Para o ano, queremos dar continuidade e melhorar", espera, para futuras edições.

Fora destas ocasiões, o restaurante Tipografia propõe pratos de comida mediterrânea como borrego a baixa cozedura com molho de azeitonas, arroz de couve e feijão, risotto com pimentos, bacalhau confitado e cebola frita e sopa de peixe com amêijoas salteadas e coentros frescos.

O hotel conta ainda com o bar Íris e o bar Pretas, um rooftop com piscina aquecida e jacuzzi e um spa com piscina interior, banho turco, sauna, salas de massagens e uma área de relaxamento. Este boutique hotel fica a 500 metros da marina e tem 81 quartos e suites.

A estadia para dois adultos no Castanheiro Boutique Hotel, de 7 a 10 de março (quinta-feira a domingo), num quarto duplo ou twin standard com duas camas individuais, ar condicionado, televisão e wi-fi, ficaria por 782€, consoante a simulação que efetuámos.

Castanheiro Boutique Hotel

Localização: R. do Castanheiro 31, 9000-081 Funchal
Contactos: 291 200 100 / site / info@castanheiroboutiquehotel.com

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.