Uma mãe e uma filha uniram-se para receber outras famílias, casais e amigos na Herdade de Martingil, em Chouto, concelho da Chamusca, com mil hectares de montado de sobreiros, eucaliptos, pinheiros mansos, pastagens, gado e três barragens. Já está a ver o que aí vem não já?

Um alojamento de turismo de natureza onde a tranquilidade ganha protagonismo. "O conceito é as pessoas terem o contacto com a natureza, fazerem escapadelas aos fins de semana, poderem aproveitar o campo", diz Maria Coimbra, de 31 anos, sobre o Nature Forest Tourism, que abriu portas em plena pandemia, no final de julho do ano passado.

Maria Macedo é farmacêutica, profissão que deixou de exercer em dezembro, juntando-se à mãe neste novo projeto. Ficou encarregada da comunicação do mesmo, já a mãe, Ana Macedo, de 52 anos, Gestora e Empresária Agrícola e Florestal, foi foi quem idealizou o alojamento — sem recurso a um arquiteto —, geriu a obra e está responsável pela propriedade. Como diz a filha, é "tudo muito homemade" (caseiro, em português).

Famílias. Este hotel no Alentejo tem uma promoção inédita para as crianças
Famílias. Este hotel no Alentejo tem uma promoção inédita para as crianças
Ver artigo

Precisamente pela experiência de abrir uma unidade num momento desafiante, a filha de Ana Macedo reconhece que é o local ideal para contrariar o impacto dos últimos tempos.

"Acho que a COVID-19 veio fazer com que as pessoas tivessem um maior desejo de sair da cidade. Portanto, é um boa altura para as pessoas virem, porque é um sítio mesmo muito isolado e uma herdade muito grande", refere Maria.

Aqui, a palavra "isolado" tem uma conotação positiva, que remete para exclusividade. O Nature Forest Tourism tem apenas três casas que se distinguem pelos tamanhos. Existem dois T3, um deles com três quartos, dois salões, uma sala de jantar e uma cozinha, e ainda um T1. Nas casas, com vista para o campo, podem ficar alojados vários hóspedes, mas também é possível reservar todas as casas de uma vez, caso a ideia seja juntar uma família, um grupo de amigos ou, quem sabe, um grupo para uma despedida de solteiro.

"Tentámos que a decoração fosse clean e, ao mesmo tempo, com móveis do campo, de madeira, cómodas boas, e até amigos que foram lá já nos disseram: 'Porque é que vocês têm aqui coisas tão boas, que até faz pena alugarem esta casa?", conta Maria entre risos. No fundo, porque mãe e filha querem dar conforto a quem aqui vem, razão pela qual um dos maiores investimentos foi feito nas camas, bem como nos janelões e portas amplas para que a luz entre sem vergonha nos quartos e salas, dando as boas vindas aos hóspedes que se instalarem nesta casa de campo com um requinte moderno.

Nature Forest Tourism
Nature Forest Tourism créditos: divulgação

Uma saudação ao sol no meio da natureza

Fora das casas, no fim de um passeio pelo meio da natureza, pode refrescar-se com um mergulho na piscina de água salgada, com 16 metros de comprimento (é que por estes lados, as temperaturas podem chegar aos 40ºC no verão). Por isso, o ideal é fazer logo pela fresquinha uma aula de ioga ou pilates, disponível mediante reserva, com os pássaros como som de fundo.

O Nature Forest Tourism tem ainda bicicletas, massagens, oportunidade de fazer uma visita às vacas, bezerros, e à porca "Xica" ou de colher especiarias da mini-horta da herdade — atividade que será ainda mais especial para crianças. Tendo em conta a proximidade da barragem de Montargil, apenas a 30 minutos, há também programas planeados neste local: piqueniques, canoagem e stand-up padel. Além da mini-horta e dos animais, em breve as crianças vão ficar deslumbradas com a casa na árvore que está a ser construída.

Para ter energia para estas atividades, há três opções de pequeno-almoço: um standard, incluído no preço da estadia, outro deluxe, com mais itens, como ovos mexidos, croissants e presunto, e ainda um vegan, com leite vegetal, granola, entre outras coisas (12,50€ por pessoa).

O Nature Forest Tourism não tem restaurante, mas as refeições podem ser servidas nas casas. Há cinco menus disponíveis, com sopa, prato principal e sobremesa (a partir de 25€ por pessoa, sem bebida). Mais uma vez, aplica-se o conceito "homemade", neste caso às refeições. "Fazemos nós. Fazemos tudo caseiro", diz Maria.

Em vista, Maria e Ana Macedo têm já outros dois alojamentos, um no Douro e outro na Golegã que resultarão igualmente da reabilitação de casas antigas.

A estadia numa das casas do Nature Forest Tourism, em Chouto, custa a partir de 145€.

Nature Forest Tourism

Localização: Herdade de Martingil, 2140-210
Reservas: natureforestourism@gmail.com/ 929025825/ site/ Booking/ Airbnb

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.