O brilho que a própria unidade de quatro estrelas emana desde a abertura em soft opening em agosto de 2020 já era um sinal de que não precisava de gastar assim tanta energia para pôr esta máquina de luxo e conforto a funcionar. Mas os esforços do NEYA Porto Hotel para estar alinhado com o planeta foram mais além e, por isso, à certificação Carbono Zero, a unidade soma agora a certificação LEED Gold no seu edifício, recebida no dia em que foi oficialmente inaugurada, a 11 de maio.

O que é que isto significa? Que o facto de ter certificação LEED (Leadership in Energy & Environmental Design) é sinal de que o hotel está de acordo com os critérios das práticas de construções sustentáveis avaliados pela organização não-governamental United States Green Building Council, que concede este reconhecimento. A certificação assenta ainda noutros aspetos da sustentabilidade dos edifícios, como o design, a manutenção e ainda a operação.

"WOW". Dirá quem entrar no bar original e nas suites do novo hotel do Algarve
"WOW". Dirá quem entrar no bar original e nas suites do novo hotel do Algarve
Ver artigo

Esta última diz respeito a aspetos como a poupança de custos de eletricidade, redução das emissões de carbono e promoção de ambientes mais saudáveis onde as pessoas vivem, trabalham, descansam, aprendem, brincam e divertem-se.

No fundo, tudo que se pode fazer no NEYA Porto Hotel, unidade com 124 quartos, incluindo 12 suites, três salas de reuniões totalmente equipadas, Kids Club, Sky Bar, Day Spa, e o restaurante Viva Porto, no qual tanto se vive a cidade avistada a partir das mesas, como a gastronomia portuguesa.

O hotel resulta da recuperação das ruínas do antigo Convento Madre Deus de Monchique, na zona ribeirinha do Porto, que contou com a assessoria ambiental da empresa ‘Edifícios Saudáveis’. Com esta ajuda, o grupo NEYA Hotels, focado no turismo sustentável, viu a mais recente unidade do grupo a seguir o caminho certo até à certificação LEED.

Para construir o NEYA Porto Hotel, além de serem usadas as antigas estruturas do convento, foram recuperados parte dos imóveis que pertenciam ao edifício que é património histórico da cidade.

O conceito de turismo sustentável defendido pelo grupo NEYA Hotels está nas estruturas do hotel do Porto, mas durante a estadia são vários os momentos em que vai sentir-se parte integrante deste esforço por um mundo melhor: ao usar os dispensadores recarregáveis com os cheiros nacionais da Castelbel e os carregadores para carros elétricos e ao reutilizar as suas toalhas e lençóis. No caso de ficar antes no NEYA Lisboa Hotel, poderá ainda salvar desperdício alimentar do hotel através da Too Good to Go.

Reserve uma estadia ficar a conhecer a unidade do Porto reaberta recentemente, que custa desde 257,60€ por noite para duas pessoas, com pequeno-almoço incluído.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.