No verão ouvimos repetidamente falar das idas às cascatas do Gerês, aos Passadiços do Paiva (agora também com passagem obrigatória na Ponte 516 Arouca), ou aos montes alentejanos com provas de vinho. Alguma vez ouviu falar da natureza e das experiências de aventura de Penela? Pois bem, chegou o momento e é uma conversa longa, porque há mais de 57 propostas de lazer, um total de 20restaurantes e 21 sítios para ficar no concelho que pertence ao distrito de Coimbra.

Tudo isto está na nova plataforma Visite Penela mas há muito tempo no concelho. Ficou apenas mais fácil de descobrir, porque foram criados pacotes completos que juntam várias das atividades que Penela tem para oferecer. Vamos a exemplos?

Já que estamos na região centro onde ficam as Aldeias do Xisto, uma das propostas é precisamente essa: percorrer as aldeias de Ferraria de São João, Cadaval Cimeiro, Gondramaz e Talasnal entre pinheiros e carvalhos, com possibilidade de ser surpreendido por um veado à espreita durante o caminho. Se os olhos não chegarem para ver tudo a pormenor, poderá usar os binóculos incluídos no passeio e, no fim, levar para casa as fotografias que serão captadas pelos guias. O percurso começa às 8h e termina às 12h. Tem um custo de 72€ e inclui um voucher de refeição num restaurante aderente, como o Xisto, cujo prato chanfana de javali e migas está entre os candidatos do concelho às 7 Maravilhas da Nova Gastronomia.

Se ficou curioso com os veados selvagens, pode dedicar quatro horas a observá-los no programa criado para o efeito. Inclui um passeio pela serra da Lousã numa viatura todo-o-terreno, na companhia de um guia especializado em veados, e ainda um voucher para almoçar depois de ter uma hora para assimilar o que acabou de ver. Isto porque o percurso inicia-se às 7h e termina às 11h. Custa 61€.

Para os mais radicais, o concelho preparou atividades de arborismo no ExperTree PARK (36€) que podem ser completadas com uma aventura subterrânea (64€). A aventura diz respeito a uma ida à gruta do Soprador do Carvalho, no maciço calcário da Serra de Sicó, equipado com materiais de espeleoturismo para sentir-se um verdadeiro explorador — ambas as atividades incluem voucher de restaurante.

Alerta, fãs de baloiços. Há seis para percorrer numa visita a Vieira do Minho
Alerta, fãs de baloiços. Há seis para percorrer numa visita a Vieira do Minho
Ver artigo

Quem prefere explorar, mas à mesa, há várias sugestões para comer e levar para casa (não os produtos, mas o conhecimento para reproduzir as receitas). Com os locais vai poder aprender a fazer queijo de cabra artesanal ou pão em forno a lenha no atelier do queijo ou do pão para quatro pessoas. É um programa completo, já que inclui o workshop, duas noites num dos alojamentos de turismo rural aderentes — a Casa do Zé Sapateiro, na Aldeia do Xisto da Ferraria de São João, as Casas do Vale do Ninho, com piscina biológica, ou o Eira do Vez, com vista para a Montanha —, voucher de restaurante e ainda um cabaz com quatro produtos locais (vinho terras de sicó, queijo rabaçal, mel, azeite). O atelier com estadia tem um valor de 136€ por pessoa.

Em vez de ir em família, vá a dois, e faça uma visita guiada ao museu e villa romana do Rabaçal e à casa família Oliveira Guimarães e termine com uma prova de vinhos da região Terras do Sicó e queijo do Rabaçal numa adega local. Quer dizer, a experiência não fica por aqui. Dos dois dias do pacote faz ainda parte a dormida numa casa rural, com direito a pequeno-almoço. Custa 169€ por pessoa.

Se nenhum dos 21 pacotes corresponder ao que procura, pode fazer o seu próprio plano com a ajuda das sugestões agora condensadas numa só plataforma, Visite Penela.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.