Adensa-se o mistério à volta da morte da portuguesa Diana Santos, 40 anos, desmembrada e decapitada em França no passado dia 19 de setembro. Já na manhã desta quinta-feira, 6 de outubro, a MAGG falou aqui sobre o misterioso homem que apareceu num vídeo caseiro feito por Diana, 8 dias antes de o seu corpo ter sido encontrado. Mas agora há mais um dado relevante. A portuguesa tinha-se casado recentemente (há dúvidas sobre se o casamento foi dois dias ou dois meses antes de morrer) com um homem que não era o seu namorado, a troco de dinheiro. A informação é avançada pelo jornal "Correio da Manhã" desta quinta-feira.

Diana Santos era de Vila do Conde, ganhava a vida a cantar em bares e foi morta e decapitada
Diana Santos era de Vila do Conde, ganhava a vida a cantar em bares e foi morta e decapitada
Ver artigo

Quanto visitou Portugal no verão passado, Diana Santos fez-se acompanhar de um homem chamado Said, marroquino, que apresentou à família como sendo seu namorado. Mas logo na altura, comunicou que em breve iria casar-se com um outro homem, também marroquino, a troco de dinheiro, num casamento arranjado. Esta situação costuma fazer parte de esquemas ilegais de naturalização de cidadãos não-europeus que procuram formas rápidas de adquirir nacionalidades que lhes permitam obter passaportes válidos para circular no espaço Schengen. Diana poderá ter sido usada numa dessas redes que promovem casamentos arranjados por forma a que os homens obtenham passaportes via matrimónio.

O facto de o corpo de Diana ter sido encontrado sem cabeça e desmembrado, com os membros serrados, poderá ser um sinal dado por membros dessa organização criminosa, fazendo do caso um aviso. A polícia francesa segue esta linha de investigação e está também à procura do homem misterioso que apareceu num vídeo caseiro de Diana.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.