Archie Battersbee sofreu um grave acidente a 7 de abril, que o deixou em coma. Esta segunda-feira, 13 de junho, o Supremo Tribunal britânico ordenou que seja desligado o suporte de vida da criança de 12 anos, decisão que vai contra a vontade dos pais.

Miúdos lançam o #GeorgeFloydChallenge nas redes sociais e fotografam-se com o joelho no pescoço de amigos
Miúdos lançam o #GeorgeFloydChallenge nas redes sociais e fotografam-se com o joelho no pescoço de amigos
Ver artigo

De acordo com a Sky News, os médicos do Royal London Hospital, em Londres, que acompanham a criança, defendem que o suporte de vida deve terminar e que seja desligado o ventilador. No entanto, Hollie Dance e Paul Battersbee argumentam que o filho deve continuar a receber cuidados médicos. Os pais de Archie defendem que o coração da criança continua a bater e que este até terá agarrado a mão da mãe. Na semana passada, em tribunal, um perito disse que Archie não demonstrava atividade cerebral "digna de nota", que tinha "áreas significativas de tecido necroso" e que as probabilidades de recuperação eram "muito baixas".

A disputa entre o hospital e os pais de Archie chegou à mais alta instância judicial do Reino Unido e, esta segunda-feira, o juiz Arbuthnot ordenou, em comunicado, que as máquinas sejam desligadas. "É do meu entender que Archie morreu às 12h do dia 12 de maio de 2022, depois de ter sido feita uma ressonância magnética. Considero que o fim irreversível das funções do tronco cerebral foi provado de forma conclusiva", escreveu o magistrado em comunicado, dando autorização para que os médicos desliguem a "ventilação mecânica" da criança.

À saída do tribunal, a mãe da criança disse estar "devastada e profundamente desiludida" com a decisão. "Depois de semanas de batalha legal, quando o que eu queria era estar ao lado do meu menino, basear uma decisão numa ressonância magnética - e dizer que é provável que ele esteja morto - não é suficiente. Esta é a primeira vez que alguém é declarado 'provavelmente morto' com base numa ressonância magnética", disse Hollie Dance.

Veja o vídeo

Archie foi encontrado inconsciente pela mãe a 7 de abril. A criança, que estava em casa, tinha uma ligadura na cabeça e crê-se que possa ter participado num desafio online chamado "blackout challenge".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.