Um casal foi arrasado no Tiktok por terem dado uma festa em celebração do primeiro aniversário da filha. Entre as várias críticas tecidas, os seguidores forem implacáveis em relação a um aspeto: o tema escolhido, a gigante cadeia de fast food, McDonald's.

Maggie, 35 anos, e o seu marido, Kieran, 36, convidaram 100 pessoas para este evento, que decorreu em Victoria, Austrália. "Escolhemos o tema porque lembrámo-nos de como nos divertíamos nas festas do McDonald's quando éramos crianças – e tínhamos acabado de comprar o antigo parque infantil do McDonald's para o primeiro presente de aniversário da Murphy [a filha]", explicou Maggie, citada pelo "Daily Mail".

No evento, os convidados foram servidos com tudo aquilo a que tinham direito: hambúrgueres, batatas fritas, nuggets, alguns baldes com asas de frango e gelados. Contudo, os anfitriões enfatizam que também ofereceram uma opção mais saudável, palitos de cenoura e aipo, nos quais "ninguém tocou", garante a mãe, segundo a mesma publicação.

Ainda assim, depois de partilhar o vídeo da festa, que aconteceu em 2019, os utilizadores das redes sociais foram rápidos a criticar. Além de haver quem não considerasse o tema saudável para uma festa infantil, não conseguiram deixar de criticar o desperdício de dinheiro, já que a bebé não iria lembrar-se de nada. Isto tudo porque a festa teve um custo de 3.000 dólares (cerca de 2.860€), mais o escorrega, que lhes custou 5.000 dólares (cerca de 4.767€).

Bebé nasce na casa de banho do McDonald's. Três empregadas ajudaram a fazer o parto
Bebé nasce na casa de banho do McDonald's. Três empregadas ajudaram a fazer o parto
Ver artigo

"Decidimos fazer uma grande festa porque demorámos mais de três anos a engravidar, então foi um grande marco", explicou Maggie. "Todas as crianças ficaram animadas porque tínhamos McDonald's e isso era uma grande novidade". Depois, conclui, dizendo que, apesar de tudo, "o dia correu muito bem".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.