Anualmente, membros do corpo de bombeiros australiano são fotografados e transformados num calendário. O objetivo? Além de deixar os consumidores de queixo caído, pretendem apoiar várias instituições de caridade. E se todas as edições são especiais pelas causas que as movem, esta é ainda mais, já que o calendário celebra o seu 30.º aniversário em 2023.

Até agora, o calendário já conseguiu arrecadar mais de três milhões de dólares (o equivalente a 3.245 milhões de euros) para as instituições australianas a que se propõe ajudar. Contudo, pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa também vai doar fundos a algumas organizações norte-americanas, incluindo a Rescue Rebuild, um programa que promove a renovação de albergues para vítimas de violência doméstica, idosos e pessoas sem-abrigo.

Como sempre, o calendário está dividido – se há um em que são os cães que aparecem aninhados com os bombeiros, há outros em que esse privilégio é atribuído aos gatos, cavalos e outras espécies. Isto porque a iniciativa também visa apoiar instituições que tenham como mote o resgate animal.

Olá, mau tempo. Com estas 16 gabardinas a partir dos 12€, nem a chuva vai privá-lo de ter muito estilo
Olá, mau tempo. Com estas 16 gabardinas a partir dos 12€, nem a chuva vai privá-lo de ter muito estilo
Ver artigo

Por isso, os protagonistas do calendário canino fazem parte de institutos de resgate como o All Breeds Canine Rescue. No que aos gatos diz respeito, estes vêm da Best Friends Felines. Já os cavalos são oriundos do instituto de terapia Safe Haven Animal Rescue, na Austrália, avança a "People".

Mesmo que três décadas se tenham passado, o diretor do projeto, David Rogers, afirmou que pretende mantê-lo por muitos mais anos – e continuar com aquilo que o caracteriza. “Planeamos continuar fiéis àquilo de que os nossos fãs tanto gostam nos calendários, para que não haja grandes mudanças na sua aparência", esclarece ao "Bored Panda".

“Desejamos ir para a Europa, Ásia e voltar aos Estados Unidos no próximo ano. O nosso desejo é que possamos viajar para conhecer os nossos fãs e divulgar as mensagens que são importantes para o calendário”, completa David Rogers. No entanto, enquanto não pode tocar nos bombeiros, espreite algumas das imagens mais escaldantes (e fofas, simultaneamente) que escolhemos para si.

Espreite a fotogaleria.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.