A 13 de fevereiro, um cão bebé foi encontrado à entrada do Xollin, um abrigo de animais mexicano da cidade de Michoacan. Apesar de este não ser um acontecimento raro, há contornos nesta história que a tornam especial: é que o cão não foi abandonado por negligência — o dono, uma criança, queria antes salvar o animal dos maus tratos de era vítima.

"Alguém deixou este cão à porta do abrigo, dentro de uma caixa, com um brinquedo de peluche e um bilhete. O bilhete foi escrito por uma criança, que explicou que o pai estava sempre a bater no animal e que planeava vendê-lo. Por isso, desesperado, deixou o cão aqui para o salvar", escreveu o grupo de resgate animal no Facebook.

A história tornou-se viral nas redes sociais e foi amplamente partilhada. Pessoas por todo o mundo quiseram ajudar, doar dinheiro e adotar o cão.

A primeira prioridade do abrigo, relata o site "Bored Panda", é assegurar a saúde do animal, uma vez que apresentava sinais de agressão. “Temos de levar o cão ao veterinário para que vejam a sua cauda, ​​que aparentemente está fraturada. Também precisamos de remover os parasitas e fazer um check-up. Isso significa mais despesas e trabalho para nós, mas felizmente o cão estará seguro. "

cao

A criança que salvou o cão chama-se Andrés, tem 12 anos e é natural do México.

"O meu nome é Andrés e tenho 12 anos. A minha mãe e eu decidimos deixá-lo [o cão] convosco. Tudo isso está a acontecer nas costas do meu pai, porque ele estava a pensar em vender o cão. Ele está-lhe sempre a bater e a dar pontapés.  Uma vez deu um pontapé com tanta força que a sua pequena cauda ficou ferida. Espero que vocês possam ajudá-lo e cuidar dele. Aqui está um brinquedo de peluche para que ele não me esqueça".

As maravilhosas fotografias do antes e depois da adoção de 24 cães
As maravilhosas fotografias do antes e depois da adoção de 24 cães
Ver artigo

O abrigo decidiu chamar o cão de Rene. Estão, neste momento, à procura de uma nova família para o animal. Opções não lhes faltam: devido à divulgação da história, já receberam mais de 300 mensagens de pessoas que desejam adotar o cão.

Mas alertam: há mais animais na mesma situação a precisar de ajuda — não são só aqueles cujas histórias acabam nas redes sociais. “Se todos vocês abrissem o vosso coração e a vossa casa a todos os cães e não só para este, todos os nossos animais do abrigo já teriam sido adotados duas vezes", escreveram. "Obrigado as poucos que passaram pelo abrigo e se ofereceram para proteger outros animais que sofrem de abusos ou que são maltratados."

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.