As cerimónias fúnebres de Diego Maradona ocorreram esta quinta-feira, 26 de novembro, um dia após a morte do craque. O funcionário da agência funerária responsável pelo corpo do ex-jogador de futebol aproveitou-se do cargo para tirar uma fotografia que viria a ser mais tarde partilhada na internet.

A imagem, na qual o funcionário se encontra a fazer o sinal de "fixe" e a tocar no rosto do jogador argentino, tornou-se viral pois rapidamente começou a circular em vários perfis no Twitter e em grupos de WhatsApp. Diego Molina foi imediatamente despedido e o dono da agência funerária fez questão de pedir desculpas à família de Diego Maradona. Contudo, Molina não foi o único a aproveitar-se do cargo pois numa das imagens é possível ver mais dois funcionário ao lado do caixão do jogador argentino.

A imagem gerou uma grande onda de indignação por parte de fãs que criticam fortemente a atitude dos funcionários. 

Diego Maradona morreu esta quarta-feira, 25 de novembro, aos 60 anos vítima de uma insuficiência cardíaca aguda. Após a autopsia feita por uma equipa de médicos forenses, no relatório pode ler-se: "Insuficiência cardíaca aguda, num paciente com cardiomiopatia dilatada, insuficiência cardíaca congestiva crónica que gerou edema agudo de pulmão". Sabe-se que no dia da morte, o ex-jogador estava em casa, em Tigre, ainda a recuperar de uma cirurgia a um hematoma, realizada a 4 de novembro.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.