Na sessão de tribunal desta quinta-feira, 28 de abril, uma testemunha, o ex-motorista e segurança de Johnny Depp, Starling Jenkins III, disse que Amber Heard, com 36 anos, admitiu que defecou na cama do ex-marido Johnny Depp, 58 anos.

Quando numa noite, em 2016, Starling Jenkins III acompanhou a atriz de "Aquaman" ao Coachella em Indio, Califórnia, esta falou sobre uma "discussão que o ex-casal tinha tido e sobre uma surpresa deixada na cama do patrão", cita a "People". A "surpresa" em questão era então a defecação de Amber Heard.

Foi uma "brincadeira horrível que correu mal", terá dito Amber Heard ao ex-motorista, conforme este afirmou por videoconferência em tribunal.

Associa o caso de Johnny Depp a alpacas, Bob Marley e gomas? Devia. Explicamos porquê
Associa o caso de Johnny Depp a alpacas, Bob Marley e gomas? Devia. Explicamos porquê
Ver artigo

A situação já tinha sido tema na sessão de tribunal de quarta-feira, 27, na qual o ator disse que o ex-motorista lhe havia mostrado a fotografia da cama com as fezes.

"Ele mostrou-me uma fotografia no seu telefone de... era uma fotografia da nossa cama e no meu lado da cama havia fezes humanas", testemunhou Depp, segundo a mesma publicação. Johnny Depp ter-se-á rido de tão "estranho" que era o sucedido. "Foi tão bizarro e tão grotesco que eu só consegui rir", disse em tribunal.

Veja o vídeo

Segundo a estrela de "Os Piratas das Caraíbas", a ex-mulher "tentou culpar" as fezes "nos cães", com argumentos para validar a desculpa, mas que não o convenceram. "Eles pesam cerca de 4 quilos cada. A fotografia que eu vi — eu vivi com os cães durante muitos anos — não era dos cães", afirmou.

Johnny Depp e Amber Heard conheceram-se nas gravações do filme "O Diário a Rum", em 2009. Casaram-se em 2015 e, no ano seguinte, Amber Heard pediu o divórcio, alegando que Depp abusou dela fisicamente ao longo da relação. Desde 11 de abril de 2022 que enfrentam um julgamento por difamação e acusam-se mutuamente de atos de violência física durante a sua relação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.