Foi no Forest Manor Boutique Guest House, localizado nos subúrbios de La Lucia, na cidade de Durban, na costa este da África do Sul, que João Rendeiro foi detido este sábado, 11 de dezembro. Após a detenção, sabe-se agora que, durante os últimos meses, João Rendeiro viveu sempre em hotéis de cinco estrelas.

A informação foi revelada pela Polícia Judiciária (PJ) este sábado, que informou ainda os portugueses de que o ex-banqueiro de 69 anos se encontrava na África do Sul desde 18 de setembro.

Rendeiro entrou na África do Sul a 18 de setembro. "Dizer que não está fugido é patético", diz PJ
Rendeiro entrou na África do Sul a 18 de setembro. "Dizer que não está fugido é patético", diz PJ
Ver artigo

No hotel de luxo onde Rendeiro foi detido há piscina, salão de bar, e quartos que se dividem em quatro categorias: Executive, Superior, Unidade Familiar e suite Executive.

De acordo com o Booking, as instalações ficam a apenas a cinco minutos da praia de La Lucia e a dez minutos de carro do Usaka Sea World. Já o centro da cidade de Durban fica a 15 km de distância e o Aeroporto Internacional King Shaka está a 20km da pousada. No Forest Manor Boutique Guest House, uma noite em quarto King Superior pode custar desde 216€ com pequeno-almoço incluído. 

Apesar de a 22 de novembro, em entrevista à CNN Portugal, o ex-banqueiro ter assumido que andava livremente pelas ruas, este sábado, 11 de dezembro, o diretor nacional da PJ salientou que João Rendeiro tinha muito cuidado com os passos que dava. "São conhecidos vários locais e cidades onde ele andou a esconder-se para dificultar o cumprimento desta detenção (...) Não tinha disfarce, mas tinha muitos cuidados e não circulava livremente", afirmou Luís Neves aos jornalistas.

Antes de chegar à unidade hoteleira de Durban, João Rendeiro terá ficado inicialmente instalado na zona financeira de Joanesburgo, "a zona mais rica" da cidade, Standton. Contudo, para não ser apanhado, deslocava-se por outras cidades, tendo passado também pela Cidade do Cabo, avança o "Público". 

Percorra a galeria e veja o hotel onde Rendeiro foi detido.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.