O Palácio de Buckingham pronunciou-se sobre a saúde de Isabel II e deixou o Reino Unido em alvoroço. “Após uma avaliação mais aprofundada esta manhã, os médicos da rainha estão preocupados com a saúde de Sua Majestade e recomendaram que ela permanecesse sob supervisão médica”, lê-se no comunicado.

Ainda que o documento esclareça que “a rainha se encontra confortável”, os familiares da soberana já foram informados. O príncipe Carlos, na companhia da mulher, Camilla, e do filho William estão a viajar até a Balmoral, na Escócia, segundo o “Daily Mail”. Quem também está a dirigir-se para a propriedade escocesa é Harry, que, deixando Meghan Markle em Londres, vai juntar-se aos membros da sua família, assim como os seus tios, André, Ana e Eduardo.

O estado de saúde da monarca de 96 anos tem vindo a agravar-se nos últimos tempos. Depois de indigitar Liz Truss, a nova primeira-ministra do Reino Unido, Isabel II cancelou uma reunião na quarta-feira, 7, depois de o médico a ter aconselhado a descansar.

O objetivo deste compromisso era reunir-se com Conselho Privado, de modo a indigitar os membros que, nos próximos tempos, deverão aconselhar a chefe de Estado.

William e Kate trocam Londres por casa com quatro quartos mais próxima da rainha
William e Kate trocam Londres por casa com quatro quartos mais próxima da rainha
Ver artigo

Além disso, a rainha recebeu Boris Johnson, o ex-primeiro-ministro, e Liz Truss em Balmoral, esta semana, quebrando uma tradição que cumpriu desde o primeiro minuto do seu reinado. Isto porque, normalmente, é no Palácio de Buckingham, a residência oficial da monarca, que estes compromissos têm lugar.

Esta não é a primeira vez que Isabel II deixa os súbditos preocupados, como no caso do Jubileu de Platina, em junho deste ano, onde faltou a alguns compromissos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.