Portugal faz parte da lista negra de seis países da União Europeia depois de, nas últimas semanas, o número de casos de contágio no País ter aumentado exponencialmente e com maior ênfase na região de Lisboa e Vale do Tejo. No novo site lançado esta segunda-feira, 15 de junho, pela Comissão Europeia, as restrições impostas a Portugal ditam que qualquer português está impedido de entrar em Espanha, na Dinamarca, Letónia, Lituânia, Áustria e Chipre.

No Chipre, por exemplo, os países do resto do mundo foram divididos em duas categorias. Uns tem permissão total para entrar enquanto outros precisam que os seus cidadãos tenham realizado um teste de despiste à COVID-19 e que esse tenha dado negativo. Portugal, no entanto, não está incluído em nenhuma dessas categorias e os cidadãos portugueses só poderão entrar em situações excecionais — que devem ser previamente aprovadas e autorizadas pelo governo local.

Autoridades chinesas acreditam que salmão importado da Europa é a causa do novo surto de COVID-19 em Pequim
Autoridades chinesas acreditam que salmão importado da Europa é a causa do novo surto de COVID-19 em Pequim
Ver artigo

No que toca a Espanha, a situação é semelhante. Ainda que a reabertura das fronteiras no país tenha sido antecipada para 21 de junho, a mesma regra não se aplica a Portugal — cujas fronteiras só serão abertas a 1 de julho.

Também a Dinamarca vai permitir, a partir de 27 de junho, que cidadãos europeus vindos de países com uma taxa reduzida de infeção possam entrar no país. Portugal, assim como a Suécia, não passa nos critérios impostos pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e, por isso, os portugueses estão proibidos de viajar para lá.

No boletim epidemiológico lançado esta quinta-feira, 18 de junho, pela Direção-Geral da Saúde, Portugal regista já 38.089 casos de infeção e 1.524 as mortes. A região de Lisboa e Vale do Tejo tem 325 dos 417 novos casos detetados nas últimas 24 horas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.