O corpo da jovem de 16 anos que tinha sido dada como desaparecida esta segunda-feira, 17 de janeiro, foi encontrado na terça-feira, 18, ao final da tarde na praia dos Ingleses, no Porto. A mãe de Amélie Battle Bastos, Cristina Bastos, tinha lançado um apelo nas redes sociais para que ajudassem a encontrar a filha, revelando que havia um perigo acrescido de suicídio dado que a jovem estava a passar por uma depressão.

Depressão e ansiedade levam mais crianças às urgências. Casos aumentaram com a pandemia
Depressão e ansiedade levam mais crianças às urgências. Casos aumentaram com a pandemia
Ver artigo

As buscas decorreram na zona da Foz do Porto, onde foi encontrada a mochila, mais precisamente junto à Praia da Luz, e duas peças de roupa de Amélie, na zona de rebentação da praia dos Ingleses. A jovem tinha sido vista pela última vez na paragem do Planetário, no Campo Alegre, num autocarro com destino ao Mercado da Foz, avança o "Jornal de Notícias".

Na página usada para o apelo, Looking For Amélie, foi entretanto publicada uma mensagem de agradecimento a quem ajudou a partilhar o desaparecimento da jovem de 16 anos. "Agradecemo-vos do fundo do coração toda a vossa dedicação na procura da Amélie", pode ler-se na descrição feita já depois do corpo ter sido encontrado.

No apelo feito pela mãe, Cristina Bastos, aquando o desaparecimento, esta indicava que a jovem corria risco de suicídio. "Corre risco de suicídio, está há um ano em tratamento psiquiátrico de depressão — levou todos os medicamentos incluíndo todos os calmantes que lhe receitaram para tomar só em caso de emergência. Deixou a chave de casa em casa, que não é costume", escreveu.

A mãe relata ainda que a filha despediu-se de manhã "de uma forma especial" e que tinha o telemóvel desligado desde segunda-feira à noite.

O alerta foi dado à polícia pelas 9h30 de segunda-feira, após Amélie Battle Bastos desaparecer por volta das 8h15 junto à escola que frequentava (Colégio Alemão do Porto). O corpo acabaria por ser encontrado no dia seguinte e foi feito o reconhecimento no local, pela família, segundo a mesma publicação.

Foram feitas várias partilhas nas redes sociais para ajudar a encontrar a jovem, como Catarina Furtado, António Raminhos e o cantor Miguel Cristovinho, que já comentou o post da página Looking For Amélie a lamentar a perda da família. "Hoje perdemos todos um pedaço de cada um… muita força e amor para toda a família", pode ler-se.

Precisa de ajuda? Estas são as linhas de Apoio e de Prevenção do Suicídio em Portugal

SOS VOZ AMIGA
Horário: 16:00 – 24:00
Contacto Telefónico: 213 544 545 | 912 802 669 | 963 524 660
Linha Verde gratuita: 800 209 899 (21:00 – 24:00)

CONVERSA AMIGA
Horário: 15:00 – 22:00
Contacto Telefónico: 808 237 327 | 210 027 159

VOZES AMIGAS DE ESPERANÇA DE PORTUGAL
Horário: 16:00 – 22:00
Contacto Telefónico: 222 030 707

TELEFONE DA AMIZADE
Horário: 16:00 – 23:00
Contacto Telefónico: 222 080 707

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.