Há mais 11 mortes e 575 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta quarta-feira, 24 de março, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico.

A vacinação de pessoal docente e não docente de creches, ensino pré-escolar e 1º ciclo terá início já este fim de semana e sabe-se agora que o grupo de trabalho que coordena o plano nacional de vacinação contra a COVID-19 em Portugal se encontra a estudar a possibilidade de incluir no plano quem trabalha no ensino superior.

COVID-19. Para "estarmos seguros", é preciso vacinar a população entre os 40 e os 60 anos
COVID-19. Para "estarmos seguros", é preciso vacinar a população entre os 40 e os 60 anos
Ver artigo

Esta falta de inclusão tem vindo a gerar vários críticas, principalmente por parte dos sindicatos. Mariana Gaio Alves, presidente do Sindicato Nacional do Ensino Superior, afirmou que a exclusão do ensino superior "é incompreensível" e relembrou ainda, em entrevista à Lusa, que a maioria dos docentes do ensino superior são um grupo profissional envelhecido cujos alunos pertencem ao grupo etário com maior incidência de casos. "Sentimos uma total incompreensão que o ensino superior não seja incluído no plano de vacinação previsto para os professores e funcionários do ensino obrigatório", disse, citada pela "SIC Notícias". 

Questionada pela Lusa, fonte do grupo de trabalho referiu apenas que a inclusão do ensino superior "está a ser considerado", estando "ainda em análise" todo o processo.

A marcar a atualidade internacional está ainda a situação trágica que se vive no Brasil. Esta terça-feira, 23 de março, o país sul-americano restou 3251 mortes devido à COVID-19. Desde fevereiro de 2020 já morreram no Brasil  298 676 pessoas vítimas do novo coronavírus.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.